Impacto dos Formadores de Mercado sobre a Liquidez das Ações Negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo

Autores

  • Marcelo Augusto Ambrozini
  • Luiz Eduardo Gaio
  • Carlos Alberto Grespan Bonacim
  • Eduardo Garbes Cicconi

Palavras-chave:

Mercado de Capitais, Liquidez, Formadores de Mercado, Quebra Estrutural

Resumo

A liquidez dos ativos transacionados no mercado acionário exerce um papel fundamental na construção de portfólios dos investidores. O objetivo deste trabalho é constatar evidências empíricas sobre o relacionamento entre a atuação dos Formadores de Mercado e o aumento na liquidez das ações das companhias brasileiras de capital aberto no período de março 2003 a dezembro de 2007. Para se testar a quebra estrutural em séries de tempo, foi aplicado o teste de Chow, que buscou verificar se houve mudança significativa nos volumes de negociação das ações após a contratação dos Formadores de Mercado. Os resultados obtidos permitiram concluir que há evidências significativas de que a contratação de Formadores de Mercado tem o poder de aumentar a liquidez das ações negociadas na Bovespa, fazendo com que haja maior facilidade às negociações desses títulos no mercado por parte dos investidores.

Downloads

Publicado

2009-10-07

Como Citar

AMBROZINI, M. A.; GAIO, L. E.; BONACIM, C. A. G.; CICCONI, E. G. Impacto dos Formadores de Mercado sobre a Liquidez das Ações Negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 20, n. 3, p. 15-38, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/649. Acesso em: 4 dez. 2020.