Impactos da Implementação das Normas Internacionais de Contabilidade sobre Indicadores Financeiros: um Estudo das Empresas Brasileiras com Ativos Biológicos

Autores

  • Suzana Schneider Brito Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FEA-RP/USP)
  • Marcelo Augusto Ambrozini Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FEA-RP/USP)

Palavras-chave:

Ativos Biológicos, Indicadores Financeiros, IFRS

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo identificar as consequências da adoção das Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS) em alguns indicadores financeiros das empresas brasileiras de capital aberto que possuem ativos biológicos. Para isso, foram calculados alguns indicadores de liquidez, endividamento e rentabilidade, com base nos relatórios contábeis antes e depois da adoção das IFRS, apurando as suas variações percentuais. Posteriormente, com o objetivo de verificar a significância estatística das diferenças encontradas, foi aplicado o Teste de Postos com Sinais de Wilcoxon para Pares Combinados. Além disso, para investigar as variações encontradas, o mesmo procedimento foi repetido para cada componente dos indicadores.  Os resultados mostram que as diferenças são estatisticamente significantes para a composição do endividamento em ambos os níveis de significância testados, ou seja 5 e 10%, e para a liquidez corrente apenas no nível de 10%. Complementarmente, as análises das contas que compõem cada um dos indicadores utilizados neste estudo apresentaram diferenças estatisticamente significantes para o Lucro Bruto, a soma do Ativo Circulante e do Ativo Realizável a Longo Prazo, o Patrimônio Líquido, a soma do Passivo Circulante e do Exigível a Longo Prazo e o Ativo Total. Com isso pode-se concluir, que apesar das novas normas contábeis exercerem impactos significativos sobre os componentes das demonstrações financeiras, os efeitos sobre os indicadores, na maioria dos casos, não apresentaram-se significativos.

Biografia do Autor

Suzana Schneider Brito, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FEA-RP/USP)

Graduada em Ciências Contábeis pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FEA-RP/USP)

Marcelo Augusto Ambrozini, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FEA-RP/USP)

Professor do Departamento de Contabilidade da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP), da Universidade de São Paulo (USP). Doutor em Administração de Organizações, Mestre em Controladoria e Contabilidade e bacharel em Ciências Contábeis pela FEA-RP/USP. Co-autor do livro "Dividendos: teoria e prática". Possui artigos acadêmicos publicados em congressos e revistas científicas.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2014-12-10

Como Citar

BRITO, S. S.; AMBROZINI, M. A. Impactos da Implementação das Normas Internacionais de Contabilidade sobre Indicadores Financeiros: um Estudo das Empresas Brasileiras com Ativos Biológicos. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 24, n. 3, p. 78-102, 2014. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/1943. Acesso em: 4 dez. 2020.