O espaço da cultura em Minas Gerais: aglomerações territoriais, desenvolvimento socioeconômico e concentração regional entre 1920 e 2010

Resumo

Este artigo pretende mapear e avaliar a evolução temporal de aglomerados culturais em Minas Gerais. Para tanto, aplicou-se o método de aglomerados aos dados do Anuário Estadual de 1920, do Perfil de Municípios em 2006 e do Censo Demográfico em 2010, utilizando de variáveis relativas a desenvolvimento socioeconômico (população alfabetizada e acesso domiciliar a rede de esgoto) e à cultura (número de salas de cinema e teatros), tendo-se por unidade de análise o município. Como em 1920, o estado mineiro contava com 178 municípios e, em 2010, 853, foi feita uma compatibilização da distribuição geográfica de 2010 espelhando-se na de 1920. A aplicação do método gerou quatro clusters em cada ano, que evidenciaram, ao longo de quase um século, associação entre indicadores de oportunidades de acesso ao consumo cultural a maiores percentuais da população alfabetizada e aos maiores índices de domicílios com acesso a rede de esgoto.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
DIAS, C.; MACHADO, A. F.; HOSKEN , V. M. S. O espaço da cultura em Minas Gerais: aglomerações territoriais, desenvolvimento socioeconômico e concentração regional entre 1920 e 2010. Nova Economia, v. 29, n. Especial, p. 1195-1220, 31 dez. 2019.