As dimensões espaciais da cadeia produtiva do leite em Minas Gerais

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Fernando Salgueiro Perobelli
Inácio Fernandes de Araújo Júnior
Lucas Siqueira de Castro

Resumo

Minas Gerais é o maior produtor nacional de leite. Essa atividade é uma importante geradora de empregos diretos e indiretos, e a sua avaliação pode contribuir para o melhor entendimento do processo de crescimento regional. Assim, este artigo avaliou as dimensões espaciais da cadeia produtiva do leite em Minas Gerais. Tais dimensões foram tratadas pelo lado da oferta e da demanda intermediária e final. Foram realizados o mapeamento e a proposta de uma tipologia dos municípios nessa cadeia produtiva por meio da construção de indicadores de potencial latente. Os principais resultados permitem traçar corredores, que podem impulsionar o desenvolvimento econômico e a inserção social dos municípios inseridos nessa cadeia produtiva. Além disso, identificamos que o crescimento da produção está ocorrendo de forma concentrada espacialmente. Portanto, por meio dessa análise fornecemos subsídios para que sejam formuladas políticas de atração de investimentos e de microcrédito para essa atividade.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Fernando Salgueiro Perobelli, Faculdade de Economia - Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutor em Economia - FEA/USP

Prof. Associdado Departamento de Economia FE/PPGEA/UFJF

Bolsista de Produtividade CNPq 

Inácio Fernandes de Araújo Júnior, Departamento de Economia, Laboratório de Análises Territoriais e Setoriais, Universidade Federal de Juiz de Fora

 

Lucas Siqueira de Castro, Departamento de Economia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.