PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DO TESTE DE REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVOS PELAS COMPANHIAS ABERTAS LISTADAS NA BM&FBOVESPA

Autores

  • Vera Maria Rodrigues Ponte Universidade Federal do Ceará
  • Márcia Martins Mendes De Luca Universidade Federal do Ceará
  • Heloísa Viana de Sousa Universidade Federal do Ceará
  • Danival Sousa Cavalcante Universidade Federal do Ceará

Palavras-chave:

, Impairment. Valor recuperável de ativos. Divulgação.

Resumo

O presente artigo tem como principal objetivo investigar as práticas de divulgação relativas ao teste de redução ao valor recuperável de ativos (teste de impairment), no exercício de 2008, adotadas pelas companhias abertas listadas na BM&FBovespa. A pesquisa exploratória utilizou o procedimento documental, sendo coletados os dados referentes às práticas de divulgação do teste de impairment nas notas explicativas das demonstrações financeiras padronizadas de 337 companhias listadas na BM&FBovespa. Para a análise dos dados, fez-se uso de estatística descritiva de distribuição de frequência e comparação de médias das práticas divulgadas pelas companhias listadas nos níveis diferenciados de governança corporativa e no mercado tradicional. Apesar de um número considerável de empresas (226) ter aplicado o teste de redução ao valor recuperável sobre os ativos, apenas 27 delas reconheceram perdas por desvalorização dos ativos ou reversão de perdas. O resultado mostra que as empresas pesquisadas não adotaram integralmente as práticas de divulgação das informações do teste de redução ao valor recuperável de ativos, conforme as orientações do CPC 01. Entretanto, cabe ressaltar que, mesmo não reconhecendo perdas por desvalorização dos ativos ou reversão de perdas, 199 empresas apresentaram, espontaneamente, informações sobre a realização do teste de impairment. Ao se comparar as práticas de divulgação do teste entre as empresas listadas nos níveis diferenciados de governança corporativa e as do mercado tradicional, não é possível concluir que as do primeiro grupo tiveram uma maior preocupação com a observância do CPC 01.

Biografia do Autor

Vera Maria Rodrigues Ponte, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Controladoria e Contabilidade pela USP

Márcia Martins Mendes De Luca, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Controladoria e Contabilidade pela USP

Heloísa Viana de Sousa, Universidade Federal do Ceará

Mestranda em Administração e Controladoria pela UFC

Danival Sousa Cavalcante, Universidade Federal do Ceará

Mestrando em Administração e Controladoria pela UFC

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2013-04-26

Como Citar

PONTE, V. M. R.; DE LUCA, M. M. M.; SOUSA, H. V. de; CAVALCANTE, D. S. PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DO TESTE DE REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVOS PELAS COMPANHIAS ABERTAS LISTADAS NA BM&FBOVESPA. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 22, n. 4, p. 113-144, 2013. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/943. Acesso em: 29 nov. 2020.