Desigualdade de desempenho no ensino médio: evidências sobre a educação de jovens e adultos

Autores

Resumo

Esta pesquisa analisa os diferenciais de desempenho acadêmico entre os estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do ensino regular no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no Brasil. Para isolar os efeitos da EJA de outros fatores que possam afetar os resultados acadêmicos dos estudantes, recorreu-se ao algoritmo Coarsened Exact Matching (CEM) combinado com o método de Pareamento por Escore de Propensão, aplicados aos microdados do ENEM e do Censo Escolar de 2018. Os resultados evidenciam a superioridade do sistema regular de ensino na produção de conhecimento comparativamente ao ensino EJA, mostrando-se mais eficiente em potencializar habilidades cognitivas importantes para a qualificação profissional e continuidade do investimento em capital humano.

Downloads

Publicado

2023-12-26

Como Citar

MARIANO, F. Z.; SILVA, M. da C.; SANTOS, M. M. dos; BENEVIDES, A. de A. Desigualdade de desempenho no ensino médio: evidências sobre a educação de jovens e adultos. Nova Economia, [S. l.], v. 33, n. 3, p. 0719–0747, 2023. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/7950. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)