Impactos do Programa Bolsa Família no mercado de trabalho e na renda dos trabalhadores rurais

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rayssa Alexandre Costa
Edward Martins Costa
Francisca Zilania Mariano
Daniella Medeiros Cavalcanti

Resumo

O presente estudo avalia os efeitos do Programa Bolsa Família (PBF) no mercado de trabalho das famílias pobres que residem em áreas rurais do Brasil. Para a análise, foi utilizado o Censo Demográfico (2010) e duas metodologias: Balanceamento por Entropia e Efeito Quantílico de Tratamento (EQT), que verificam o efeito médio e ao longo da distribuição, respectivamente. Visando melhorar o equilíbrio entre o grupo de tratados e controle foi aplicado o algoritmo CEM, desenvolvido por Iacus, King e Porro (2009). Dessa forma, combinou-se o CEM com o balanceamento por entropia para determinar o Efeito Médio de Tratamento sobre os Tratados (ATT). Como resultado, observou-se que no Brasil e regiões as horas trabalhadas dos beneficiários são menores que a dos não beneficiários, assim como a renda do trabalho. Quanto aos efeitos na distribuição, para a maioria dos quantis o efeito é nulo, entretanto, em alguns quantis, os beneficiários possuem menos horas trabalhadas que os não beneficiários. Portanto, os resultados na média indicaram um possível “efeito desincentivo” do programa sobre as horas trabalhadas, ocasionando uma redução na renda das famílias proveniente do trabalho. Por outro lado, na análise por quantis não se pode afirmar o mesmo, visto que os resultados dos efeitos nas horas trabalhadas foram distintos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
COSTA, R.; COSTA, E.; MARIANO, F.; CAVALCANTI, D. Impactos do Programa Bolsa Família no mercado de trabalho e na renda dos trabalhadores rurais. Nova Economia, v. 28, n. 2, 16 jan. 2017.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Rayssa Alexandre Costa, Doutoranda em Economia Aplicada - ESALQ/USP

Mestre em Economia - MAER/UFC.

Doutoranda em Economia Aplicada - ESALQ/USP.

 

Edward Martins Costa, Universidade Federal do Ceará - UFC

Professor do Departamento de Economia Agrícola -DEA

Doutor em Economia PIMES/UFPE

Membro Permantente do Mestrado Acadêmico em Economia Rural - MAEER/UFC.

Francisca Zilania Mariano, Universidade Federal do Ceará, Campus Sobral- UFC

Professora os Cursos de Economia e FInaças - UFCA/CAMPUS SOBRAL

Mestre em Economia - CAEN/UFC.

Doutoranda em Economia - CAEN/UFC .