A tradição de debates na Grã-Bretanha e a nova economia política William Thompson e John Stuart Mill na Sociedade Cooperativa de Londres em 1825

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Carlos Leonardo Kulnig Cinelli
Rogério Arthmar

Resumo

O artigo analisa o debate entre William Thompson e John Stuart Mill ocorrido na Sociedade Cooperativa de Londres em 1825 a respeito das vantagens do cooperativismo face ao sistema competitivo. O contexto geral da controvérsia é apresentado por meio de uma revisão histórica da tradição de debates entre os trabalhadores britânicos. Após, as doutrinas filosóficas de Jeremy Bentham e Robert Owen são delineadas por se tratarem das duas principais forças de mudança social no país nos anos de 1820, as quais viriam a colidir durante o enfretamento na Sociedade Cooperativa. Na sequência, examinam-se as ideias de William Thompson sobre a distribuição de renda e os males morais derivados da concorrência. Finalmente, revisa-se a abordagem de John Stuart Mill para tais temas, mostrando-se que a sua concepção básica da liberdade individual não se modificou ao longo de sua vida, a despeito de sua posterior concordância acerca dos benefícios do cooperativismo. As conclusões realçam a originalidade dos elementos teóricos utilizados no debate.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
KULNIG CINELLI, C. L.; ARTHMAR, R. A tradição de debates na Grã-Bretanha e a nova economia política. Nova Economia, v. 28, n. 2, 9 mar. 2018.
Seção
Artigos