Mensuração de Custos Intangíveis: uma análise prática

Autores

  • Adriana Leal Abreu CESUCA
  • Carlos Alberto Diehl UNISINOS
  • Clea Beatriz Macagnan UNISINOS

Palavras-chave:

Mensuração. Custos Intangíveis. Fatores Intangíveis. Estratégia Empresarial. Custeio ABC.

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar a aplicação de um modelo de mensuração de custos intangíveis. Para tanto, inicialmente, fez-se uma revisão da literatura sobre Estratégia, Ativos Intangíveis, Fatores Intangíveis, Custos Intangíveis, Custeio ABC e Matriz de Relação. Na sequência, detalhou-se o modelo proposto por Diehl (1997) para a mensuração de custos intangíveis e acrescentou-se a priorização dos fatores intangíveis por meio de técnicas qualitativas como a entrevista não estruturada e a matriz de priorização a partir da seleção dos atributos constantes na estratégia empresarial comparados com os fatores intangíveis mais citados pelos gestores. Tal modelo foi aplicado na empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb S/A). O período para análise dos custos intangíveis foi de novembro de 2007 a outubro de 2008, em razão de ser o período cujo sistema interno de custeio encontrava-se completo e fidedigno aos dados contábeis. Com a priorização do fator intangível imagem empresarial, foi possível mensurar o que foi gasto para manter esse fator intangível nos últimos doze meses na organização. A aplicação do modelo possibilitou constatar que este é aplicável, sobretudo, em organizações cuja sistemática do Custeio ABC já está implantada ou que já exista sistema integrado de informações nos moldes do custeio por atividades.

Biografia do Autor

Adriana Leal Abreu, CESUCA

Mestre em Ciências Contábeis

Carlos Alberto Diehl, UNISINOS

Professor do PPG em Ciências Contábeis da Unisinos.

Doutor em Engenharia de Produção (UFSC/HEC) - Controle Estratégico de Custos

Editor da Revista BASE

Clea Beatriz Macagnan, UNISINOS

Coordenadora do PPG em Ciências Contábeis da Unisinos

Downloads

Publicado

2011-11-30

Como Citar

ABREU, A. L.; DIEHL, C. A.; MACAGNAN, C. B. Mensuração de Custos Intangíveis: uma análise prática. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 22, n. 3, p. 41-71, 2011. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/968. Acesso em: 20 ago. 2022.