Qualidade da Auditoria e Earnings Management: Risk Assessment Através do Nível dos Accruals Discricionários

Autores

  • César Medeiros Cupertino
  • Antônio Lopo Martinez

Palavras-chave:

Accruals Discricionários, Gráfico de controle, Auditoria

Resumo

   O artigo tem por objetivo propor um procedimento de revisão analítica para seleção de empresas para auditoria, tendo por base o nível dos accruals discricionários presentes nas demonstrações financeiras. Aplicaram-se modelagens alternativas para verificar a ocorrência do gerenciamento dos resultados contábeis em empresas brasileiras. Foram adotados três enfoques concorrentes: Jones (1991), Jones Modificado (DECHOW et al., 1995) e Jones Adaptado (DECHOW et al., 2003). Os dados foram obtidos na Economática e o período considerado na amostra compreende os anos de 1995 a 2005. Os testes empíricos foram desenvolvidos em quatro etapas: (i) avaliação dos accruals totais pelo enfoque do balanço; (ii) regressões pelos modelos; (iii) decomposição dos componentes discricionários; (iv) identificação das discrepâncias nos gráficos de controle. As constatações sugerem que todos os modelos considerados produzem testes bem especificados para uma amostra aleatória de empresas e os gráficos de controle apontam basicamente os mesmos elementos como candidatos à auditoria, independente do modelo empregado para identificação dos accruals. O estudo conclui que os níveis dos accruals servem como uma medida elementar da manipulação dos resultados contábeis que deve ser corroborada com outros elementos disponíveis, servindo como indício para orientar potenciais auditorias.

Downloads

Publicado

2009-05-14

Como Citar

CUPERTINO, C. M.; MARTINEZ, A. L. Qualidade da Auditoria e Earnings Management: Risk Assessment Através do Nível dos Accruals Discricionários. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 19, n. 3, p. 69-93, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/361. Acesso em: 19 out. 2021.