O impacto de choques no setor cultural brasileiro: uma análise de emprego e renda à luz dos cortes orçamentários

Autores

Resumo

As recentes mudanças nas políticas públicas voltadas à cultura brasileira, como a perda do status de ministério e as alterações na Lei de Incentivo à Cultura, vêm suscitando uma série de questionamentos quanto a importância do setor para a economia. Neste contexto, este artigo analisa como uma redução no consumo de bens e serviços do setor cultural impacta na produção, no rendimento e no emprego do próprio setor e das demais atividades econômicas. Para tal, emprega-se como metodologia o modelo de insumo-produto, para dados de 2015. Os resultados demonstram que os efeitos do choque proposto são percebidos em diversos setores da economia, em especial para aqueles fornecedores diretos de insumos para o setor cultural. Adicionalmente, há uma importante redução nos postos de trabalho e no rendimento das famílias, não contida apenas no setor cultural, mas propagada para toda a economia.  

Downloads

Publicado

2019-12-31

Como Citar

AMARAL E SILVA, M.; BRITO, D. J. M. de. O impacto de choques no setor cultural brasileiro: uma análise de emprego e renda à luz dos cortes orçamentários . Nova Economia, [S. l.], v. 29, n. Especial, p. 1249-1275, 2019. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/5863. Acesso em: 19 abr. 2021.