Educação e comportamento tabagista no Brasil: decisão de fumar e intensidade de consumo diário de cigarros

Autores

Resumo

Este estudo analisa a relação entre educação e o comportamento tabagista. Os modelos empíricos foram estimados a partir de dados de cidadãos brasileiros participantes da Pesquisa Especial de Tabagismo de 2008. Os modelos estimados foram o probit, seleção amostral e binomial negativo de zeros inflados. Análises empíricas para mulheres e homens foram conduzidas separadamente. Os resultados mostram que níveis de educação mais elevados estão associados com menor probabilidade de fumar e menor intensidade de consumo diário.

Downloads

Publicado

2020-10-04

Como Citar

JUSTUS, M.; SANT’ANNA, E. G.; DAVANZO, E. S.; MOREIRA, G. C. Educação e comportamento tabagista no Brasil: decisão de fumar e intensidade de consumo diário de cigarros. Nova Economia, [S. l.], v. 30, n. 2, p. 679-700, 2020. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/4950. Acesso em: 26 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares