Demanda por combustíveis leves no Brasil: uma abordagem usando modelos espaciais de dados em painel

Autores

Resumo

As mudanças na atual matriz energética são necessárias por conta da futura escassez dos fósseis e pelos danos causados por seu consumo. A correta prescrição de políticas públicas para os mercados de energia necessita do conhecimento das elasticidades da demanda. Por isso, o objetivo deste estudo é estimar os principais determinantes da demanda para o etanol e para a gasolina no Brasil. Estimadores dinâmicos e não dinâmicos foram utilizados e os resultados indicam que ambas as demandas respondem mais a mudanças nos preços da gasolina do que a mudanças nos preços do etanol. Por isso, políticas públicas focadas em mudar hábitos de consumo (redução do consumo de gasolina, por exemplo) têm no preço da gasolina um bom instrumento.

Biografia do Autor

Leonardo Chaves Borges Cardoso, Universidade Federal de Viçosa

Professor Departamento de Economia Rural na Universidade Federal de Viçosa

Maurício Vaz Lobo Bittencourt, Universidade Federal do Paraná

Possui mestrado em Economia Agrária pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz (1995), mestrado em Economia pela The Ohio State University (2004), e doutorado em Desenvolvimento Econômico e Comércio Internacional pela The Ohio State University (2004). Realizou seu pós-doutorado na The Ohio State University (2013/14). Atualmente é Secretário Executivo da Associação de Centros de Pós-Graduação em Economia (ANPEC), e é professor associado II no Departamento de Economia da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Alexandre Alves Porsse, Universidade Federal do Paraná

Graduado em Economia pela Universidade Estadual de Maringá (1996), Mestre em Economia pela Universidade Federal da Paraíba (2000) e Doutor em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente trabalha como Professor Adjunto do Departamento de Economia da UFPR.

Downloads

Publicado

2020-06-10

Como Citar

CARDOSO, L. C. B.; BITTENCOURT, M. V. L.; PORSSE, A. A. Demanda por combustíveis leves no Brasil: uma abordagem usando modelos espaciais de dados em painel . Nova Economia, [S. l.], v. 30, n. 1, p. 231-256, 2020. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/4327. Acesso em: 6 jul. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)