Coeficientes de Gini locacionais – GL: aplicação à indústria de calçados do Estado de São Paulo

Autores

  • Wilson Suzigan
  • João Furtado
  • Renato Garcia
  • Sérgio E. K. Sampaio

Palavras-chave:

coeficientes de Gini locacionais, quociente locacional, sistemas locais de produção, concentração espacial.

Resumo

Este artigo apresenta uma metodologia específica para identificar e delimitar geograficamente sistemas locais de produção, com aplicação ilustrativa à indústria de calçados do Estado de São Paulo. Ametodologia consiste na elaboração de coeficientes de Gini locacionais com base nos dados da RAIS/MTE e da PIA/IBGE para classes da indústriaCNAE4 dígitos e por municípios ou microrregiões, o que permite verificar quais são as indústrias mais concentradas espacialmente. Para estas, visando identificar sistemas locais de produção, calculam-se quocientes locacionais (QL) por microrregiões do Estado. Os dados sobre QL por microrregiões, conjugados com outros sobre participação relativa da microrregião no total do emprego e no número de estabelecimentos da indústria de calçados do Estado de São Paulo apontam, de modo inequívoco, a existência de três importantes sistemas locais de produção de calçados no Estado: Franca, Birigui e Jaú. Com base em resultados depesquisas de campo, estes três sistemas locais são brevemente caracterizados em termos de sua localização, extensão territorial, estrutura de produção, abrangência da cadeia produtiva, instituições de apoio e associativismo.

Downloads

Publicado

2009-05-31

Como Citar

SUZIGAN, W.; FURTADO, J.; GARCIA, R.; SAMPAIO, S. E. K. Coeficientes de Gini locacionais – GL: aplicação à indústria de calçados do Estado de São Paulo. Nova Economia, [S. l.], v. 13, n. 2, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/415. Acesso em: 28 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares