Adam Smith on public expenditure and taxation

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maurício C. Coutinho

Resumo

Este artigo apresenta as idéias de Adam Smith sobre tributação e gasto público, que têm sido muito utilizadas no debate contemporâneo sobre o liberalismo. Por meio de um extenso uso das passagens sobre os “deveres do soberano” e das “máximas de tributação”, conclui-se que a defesa da descentralização e a preocupação com o crescimento dos gastos públicos dão o pano de fundo às idéias de Smith. O artigo destaca também o papel crucial das “máximas” e contrapõe-se à usual interpretação de que a teoria da incidência presente na Riqueza das Nações é contraditória e até mesmo sem rumo, face à contemporização de Smith com as práticas de tributação de seu tempo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
COUTINHO, M. Adam Smith on public expenditure and taxation. Nova Economia, v. 11, n. 2, 26 maio 2009.
Seção
Artigos