Aspectos econômicos e ambientais da reciclagem: um estudo exploratório nas cooperativas de catadores de material reciclável do Estado do Rio de Janeiro

Autores

  • Luiz Carlos de Santana Ribeiro
  • Lucio Flavio da Silva Freitas
  • Julia Trindade Alves Carvalho
  • João Damásio de Oliveira Filho

Palavras-chave:

reciclagem, insumo-produto, Rio de Janeiro, cooperativas de catadores, recursos poupados

Resumo

O descarte inadequado dos resíduos sólidos urbanos ainda é um desafio às políticas públicas de gestão ambiental no Brasil. A reciclagem de resíduos surge como uma medida econômica, social e ambientalmente viável para se tentar reverter esse quadro. Dessa forma, o artigo contribui para que a participação de cada indústria, do setor público e dos catadores nos ganhos promovidos pela reciclagem seja avaliada de forma mais consistente. Este estudo baseou-se no volume físico de material reciclável de uma amostra de 33 cooperativas de catadores da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, bem como na modelagem de insumo-produto para simular os impactos propiciados pela reciclagem sobre a economia fluminense para o ano de 2008. A atuação das cooperativas de catadores selecionadas originou uma
economia de recursos de aproximadamente R$ 34 milhões para a economia fluminense.

Downloads

Publicado

2014-08-28

Como Citar

RIBEIRO, L. C. de S.; FREITAS, L. F. da S.; CARVALHO, J. T. A.; DE OLIVEIRA FILHO, J. D. Aspectos econômicos e ambientais da reciclagem: um estudo exploratório nas cooperativas de catadores de material reciclável do Estado do Rio de Janeiro. Nova Economia, [S. l.], v. 24, n. 1, 2014. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2605. Acesso em: 26 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)