Atividades inovativas em indústrias de “baixa e média-baixa” tecnologias: um exame dos mecanismos de difusão da inovação

Autores

  • Vinicius Cardoso de Barros Fornari
  • Rogério Gomes
  • Paulo César Morceiro

Palavras-chave:

atividades inovativas, difusão da inovação, indústrias de baixa e média-baixa tecnologias

Resumo

Este estudo avalia as características da inovação tecnológica a partir do pressuposto de que esse fenômeno é parte de um processo composto por diferentes modos de produção de conhecimentos técnico-científicos e de aprendizados. Para isso, além da “tradicional” pesquisa e desenvolvimento
(P&D), examinamos um conjunto de atividades desenvolvidas no âmbito da firma. Nessa perspectiva, o artigo prioriza a discussão sobre a inovação em indústrias de baixa e média-baixa tecnologias (BeMB). Para o exame das características das atividades inovativas, confrontamos as indústrias de países selecionados utilizando os dados da Pesquisa de Inovação Tecnológica (PINTEC, 2010) e da Community Innovation Survey (CIS, 2009) para empresas brasileiras e da União Europeia, respectivamente. As conclusões indicam diferenças expressivas nas características de inovação dos diferentes países e indústrias e sugerem condicionantes institucionais e estruturais como determinantes das atividades tecnológicas.

Downloads

Publicado

2014-08-28

Como Citar

FORNARI, V. C. de B.; GOMES, R.; MORCEIRO, P. C. Atividades inovativas em indústrias de “baixa e média-baixa” tecnologias: um exame dos mecanismos de difusão da inovação. Nova Economia, [S. l.], v. 24, n. 1, 2014. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2600. Acesso em: 26 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares