Liberalização financeira, performance econômica e estabilidade macroeconômica no Brasil: uma avaliação do período 1994-2007

Autores

  • Luiz Fernando de Paula
  • Manoel Carlos de Castro Pires
  • João Adelino de Faria
  • Tiago Rinaldi Meyer

Palavras-chave:

liberalização da conta capital, crescimento econômico, conomia brasileira

Resumo

Este artigo objetiva avaliar a relação entre liberalização da conta capital, performance econômica e estabilidade macroeconômica no Brasil. Para tanto, além de uma revisão da literatura, o artigo realiza uma avaliação em-pírica dos efeitos da liberalização financeira no Brasil sobre um conjunto de variáveis macroeconômicas com o uso da metodologia VAR, utilizando, para tanto, dois modelos: um com um índice de jure de liberalização financeira (ILF), e outro com um índice de facto de integração financeira (IIF). Procura-se, no primeiro caso, avaliar a hipótese de que a liberalização financeira resulta em redução no risco país e, consequentemente, na taxa de juros doméstica; no segundo caso, avalia-se a hipótese de que a liberalização financeira tem impacto positivo sobre o crescimento econômico e a estabilidade macroeconômica vis-à-vis à hipótese dos críticos da liberalização financeira de que esta gera efeitos instabilizadores em países em desenvolvimento.

Downloads

Publicado

2013-05-13

Como Citar

DE PAULA, L. F.; PIRES, M. C. de C.; DE FARIA, J. A.; MEYER, T. R. Liberalização financeira, performance econômica e estabilidade macroeconômica no Brasil: uma avaliação do período 1994-2007. Nova Economia, [S. l.], v. 22, n. 3, 2013. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2021. Acesso em: 27 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares