Uma substituição luminosa: tributação e reforma do Antigo Regime português em D. Rodrigo de Souza Coutinho ao final do século XVIII

Autores

  • Bruno Aidar

Palavras-chave:

fiscalidade, D. Rodrigo de Souza Coutinho, reformismo ilustrado, Portugal, século XVIII

Resumo

A fiscalidade constituiria um dos principais eixos do reformismo ilustrado português ao final do século XVIII. Os escritos do estadis-ta D. Rodrigo de Souza Coutinho (1755-1812) apresentam um conjunto rico das ideias de tributação a estabelecerem novas bases de legitimidade para a extração fiscal do exce-dente econômico dos vassalos reinóis e ame-ricanos pelo soberano português. A partir da influência de novas ideias (o liberalismo econômico smithiano e fisiocrata) e de novas práticas do governo absolutista (a adminis-tração ilustrada no Piemonte-Sardenha e na Lombardia austríaca), operarem-se transmu-tações e metamorfoses ao contexto imperial luso-brasileiro que, longe do mero simulacro, apontavam a singularidade colonial em tem-pos críticos nos quais os excessos tributários atuaram frequentemente como estopim de revoluções no Velho e no Novo Mundo.

Downloads

Publicado

2011-07-12

Como Citar

AIDAR, B. Uma substituição luminosa: tributação e reforma do Antigo Regime português em D. Rodrigo de Souza Coutinho ao final do século XVIII. Nova Economia, [S. l.], v. 21, n. 1, 2011. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/1262. Acesso em: 28 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares