Moeda, crédito e reforma do estado imperial português

os escritos de D. Rodrigo de Souza Coutinho, 1783-1800

Autores

Resumo

O artigo procura analisar as ideias sobre a moeda e crédito nos escritos do estadista português D. Rodrigo de Souza Coutinho (1755-1812) do final do século XVIII, destacando a dimensão do Brasil e as apropriações e transformações das leituras de Adam Smith. O texto apresenta as reflexões sobre esses temas realizadas por Souza Coutinho como embaixador em Turim e posteriormente como Secretário de Estado dos Negócios da Marinha e Domínios Ultramarinos. Também são discutidos os projetos de emissão de papel-moeda e os planos de criação de caixas de crédito para o fomento da economia colonial.

Biografia do Autor

Bruno Aidar, Universidade Federal de Alfenas

Instituto de Ciências Sociais Aplicadas

 

Downloads

Publicado

2017-03-09

Como Citar

AIDAR, B. Moeda, crédito e reforma do estado imperial português: os escritos de D. Rodrigo de Souza Coutinho, 1783-1800. Nova Economia, [S. l.], v. 28, n. 3, 2017. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/3825. Acesso em: 23 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares