Consideração do Elemento Cultural no Desenho de Sistemas de Controle de Gestão das Empresas Estrangeiras: Estudo de Casos

Autores

  • Adriane Fagundes Sacramento da Silva Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Josir Simeone Gomes Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Controle de Gestão, Cultura Nacional, Práticas Gerenciais.

Resumo

Nas últimas décadas, pesquisadores como Geert Hofstede (1997) e Fons Trompenaars (1994) começaram a estudar o papel da cultura nacional no desenho dos sistemas de controle de gestão das organizações, pressupondo que a cultura nacional configura-se como fator importante na administração das empresas. A assim chamada “corrente divergente” propôs analisar o impacto dessas diferenças sobre os estilos de liderança, processos de negociação, gestão de pessoas, motivação e gestão de conflitos, sob a premissa de que condições particulares, de maneira geral, demandam soluções específicas, que podem se tornar inadequadas se aplicadas em outros contextos. O presente estudo tem como objetivo identificar se o elemento cultural é considerado no desenho do controle de gestão das empresas estrangeiras. Para tanto, foi analisado o caso de duas organizações de controle acionário estrangeiro localizadas na cidade do Rio de Janeiro pertencentes às dimensões: alta distância hierárquica, coletivismo, feminino, alta fuga à incerteza, proposta por Hofstede (1997). Os resultados obtidos sugerem que alguns aspectos da cultura brasileira são preservados; no entanto, verifica-se uma transferência de práticas gerenciais desenvolvidas em países de culturas diversas, que por consequência geram alguns conflitos nas organizações.

Biografia do Autor

Adriane Fagundes Sacramento da Silva, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Graduada em economia pela UFMG e mestranda em Ciências contábeis pela UERJ.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2011-04-08

Como Citar

SACRAMENTO DA SILVA, A. F.; GOMES, J. S. Consideração do Elemento Cultural no Desenho de Sistemas de Controle de Gestão das Empresas Estrangeiras: Estudo de Casos. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 22, n. 1, p. 143-176, 2011. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/731. Acesso em: 24 jan. 2022.