O Processo Decisório em Ambientes Contábeis: uma Aplicação da Teoria dos Modelos Mentais Probabilísticos

Autores

  • Octavio Ribeiro de Mendonça Neto
  • Ricardo Lopes Cardoso
  • José Carlos Tiomatsu Oyadomari
  • Denis da Silva

Palavras-chave:

Processo Decisório, Informação Contábil, Teoria dos Modelos Mentais Probabilísticos.

Resumo

O presente estudo teve como propósito testar a existência dos erros de preferência previstos pela Teoria dos Modelos Mentais Probabilísticos (TMMP) proposta por Gigerenzer, Hoffrage e Kleinbölting (1991) em ambiente de decisões individuais com base em informações contábeis, e, de forma subjacente, testar o efeito da variável experiência profissional e gênero nesse processo. Para tanto, foi realizada uma pesquisa experimental com 180 homens e mulheres, com e sem experiência profissional, para avaliar a existência de erros de preferência nos processos decisórios baseados em informações contábeis. Os resultados obtidos revelam, para a amostra em questão, a ocorrência dos erros de preferência previstos na TMMP, independentemente do gênero e do grau de experiência profissional dos respondentes, com exceção do caso das mulheres sem experiência, em que o fenômeno em questão não pode ser estatisticamente comprovado. Esses resultados apontam para a necessidade de que se pesquisem formas de fornecer informações que evitem a ocorrência do fenômeno, uma vez que o mesmo pode não só provocar prejuízos evitáveis, mas também pode permitir que os fornecedores da informação influenciem na decisão de forma a direcioná-la de acordo com as suas conveniências pessoais.

Downloads

Publicado

2009-12-21

Como Citar

DE MENDONÇA NETO, O. R.; CARDOSO, R. L.; OYADOMARI, J. C. T.; DA SILVA, D. O Processo Decisório em Ambientes Contábeis: uma Aplicação da Teoria dos Modelos Mentais Probabilísticos. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 20, n. 4, p. 109-130, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/718. Acesso em: 24 set. 2021.