COMPETÊNCIAS DOCENTES: UM ESTUDO COM PROFESSORES DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS NO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Giovana Bolzan UFRGS
  • Maria Ivanice Vendruscolo UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22561/cvr.v32i3.6811

Palavras-chave:

Ensino, Ciências Contábeis, Competências Docentes, Professor de Contabilidade

Resumo

Utilizando como embasamento teórico a Matriz de Competências Docentes (Vendruscolo, 2015), a pesquisa objetiva analisar o grau de esforço e a frequência de mobilização das competências docentes pelos professores de graduação em Ciências Contábeis no Rio Grande do Sul (RS). Trata-se de um estudo descritivo, quantitativo e de levantamento - por meio de questionário online. Os dados foram analisados por estatística descritiva e por análise fatorial. A amostra é composta por 243 professores e/ou coordenadores de cursos de graduação presencial no RS que lecionam disciplinas do eixo de formação profissional do currículo de Ciências Contábeis. Os resultados apontam haver dificuldades dos professores para operacionalizar as competências docentes e para aplicar conhecimentos de tecnologia da informação e das teorias de ensino e aprendizagem. O artigo contribui para a busca de melhorias no processo de atuação e de profissionalização dos docentes de Ensino Superior em Ciências Contábeis. Por meio de dados empíricos, auxilia a academia e a sociedade a identificar obstáculos às práticas docentes e a propor soluções para tais dificuldades.

Biografia do Autor

Giovana Bolzan, UFRGS

Mestre em Controladoria e Contabilidade pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS.

Maria Ivanice Vendruscolo, UFRGS

Doutora em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS.

Referências

Alves, F. S. L, & D’Souza, M. F. (2018). Formação didático-pedagógica: análise das competências docentes no curso de Ciências Contábeis. Anais do Congresso USP de Iniciação Científica em Contabilidade, São Paulo, SP, Brasil, 15.

Andere, M. A., & Araújo, A. M. P. (2008). Aspectos da formação do professor de ensino superior de Ciências Contábeis: uma análise dos programas de pós-graduação. Revista de Contabilidade e Finanças, 19(48), 91-102. https://doi.org/10.1590/S1519-70772008000300008

Araujo, A. M. P. de. (2017). Formação do professor de Contabilidade: uma proposta pedagógica. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, 6, 49-54. https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.06.2222

Araujo, A. M. P. de, & Mello, R. R. de. (2014). What Is the training of the Accounting professor in Brazil?. Creative Education, 5, 886-899. http://dx.doi.org/10.4236/ce.2014.511102

Araújo, T. S., Leal, E. A., & Lourenço, R. F. (2021). Expectativas e satisfação dos discentes sobre os saberes e competências requeridas dos docentes na área de Ciências Contábeis. Revista Ambiente Contábil - UFRN, 13(1), 324-342. https://doi.org/10.21680/2176-9036.2021v13n1ID20179

Araújo, T. S., Lima, F. D. C., Oliveira, A. C. L., & Miranda, G. J. (2015). Problemas percebidos no exercício da docência em Contabilidade. Revista Contabilidade e Finanças, 26(67), 93-105. https://doi.org/10.1590/1808-057x201512230

Araújo, T. S., Miranda, G. J., & Pereira, J. M. (2017). Satisfação dos professores de Contabilidade no Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, 28(74), 264-281. https://doi.org/10.1590/1808-057x201703420

Barbosa, R. S., Leal, E. A., & Nganga, C. S. N. (2019). Estratégias de ensino aplicadas na pós-graduação em Contabilidade. Revista Educação e Cultura Contemporânea, 16(45), 548-574. http://dx.doi.org/10.5935/2238-1279.20190094

Bolzan, G., Vendruscolo, M. I., Sallaberry, J. D., & Diehl, W. (2020). O ensino de Ciências Contábeis e o processo de convergência ao International Financial Reporting Standards. Revista Ambiente Contábil, 12(1). 130-151. https://doi.org/10.21680/2176-9036.2020v12n1ID18313

Colauto, R. D., & Beuren, I. M. (2018). Coleta análise e interpretação dos dados. In: Beuren, I. M. (org.) Como elaborar trabalhos monográficos em Contabilidade. São Paulo: Atlas. pp. 117-144

Costa, S. R. S., Duqueviz, B. C., & Pedroza, R. L. S. (2015). Tecnologias digitais como instrumentos mediadores da aprendizagem dos nativos digitais. Revista Quadrimestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, 19(3), 603-610. https://doi.org/10.1590/2175-3539/2015/0193912

Del Mundo, G. V., & Refozar, R. F. G. (2013). The accounting teachers of Batangas: their profiles competencies and problems. International Scientific Research Journal, 5(1), 131-166.

Engel, C. I., Vendruscolo, M. I., & Bianchi, M. (2015). Formação docente do curso de Ciências Contábeis: um estudo da base pedagógica nos programas stricto sensu. Anais do Congresso UFSC de Controladoria e Finanças, Florianópolis, Brasil, 6.

Farias, R. S. (2016). Percepção dos professores de contabilidade no Brasil no tocante a competências didático-pedagógicas para o exercício da docência. (Dissertação de Mestrado), Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil.

Farias, R. S. de, & Araujo, A. M. P. de. (2018). Teacher professional development: field of knowledge rise. Creative Education, 9, 658-674. DOI: 10.4236/ce.2018.95048

Farias, R. S. de, & Araújo, A. M. P. de. (2016). Percepção dos professores de contabilidade quanto aos espaços formativos para o ofício da docência no Brasil. Revista de Contabilidade e Organizações, 10(28), 58-70. https://doi.org/10.11606/rco.v10i28.124789

Farias, R. S., Stanzani, L. M. L., Lima, J. P. R., & Araujo, A. M. P. de. (2020). Preparação para a docência universitária: um estudo dos espaços formativos. BASE – Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, 17(4), 606-633. https://doi.org/10.4013/base.2020.174.04

Field, A. (2009). Descobrindo a estatística usando o SPSS. (2a ed.). Porto Alegre: Artmed.

Frauches, P. F. (2015). Docência no ensino superior: um perfil dos saberes que fundamentam a prática pedagógica de docentes que atuam em cursos de Ciências Contábeis. (Dissertação de Mestrado), Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, São Paulo, SP, Brasil.

Giorgi, W. A. B. D., Pizolato, C. L., & Morettin, A. A. (2001). Competências e habilidades e o ensino superior de Contabilidade. Revista Pensar Contábil, 4(16), 9-12.

Gujarati, D. (2006). Econometria Básica. (4a ed.). Rio de Janeiro: Campus.

Hair, J. F., Black, W. C., Babin, B. J., Anderson, R. E., & Tatham, R. L. (2019). Análise multivariada de dados. (6a ed.). Porto Alegre: Bookman.

Hillen, C., Laffin, M., & Ensslin, S. R. (2018). Proposições sobre formação de professores na área contábil. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, 26(106). http://dx.doi.org/10.14507/epaa.26.3060

Huberman, M. (2000). O ciclo de vida professional de professores. In: Nóvoa, A. (org) Vida de professores. Porto Editora.

Laffin, M. (2005). De contador a professor: a trajetória da docência no ensino superior da Contabilidade. Florianópolis: Imprensa Universitária.

Lapini, V. C. (2012). Panorama da formação do professor em Ciências Contábeis pelos cursos strictu sensu no Brasil. (Dissertação de Mestrado), Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil.

Libâneo, J.C. (2008). Organização e gestão da escola: teoria e prática. (5a ed.). Goiânia: MF Livros.

Likert, R. (1975). A organização humana. São Paulo: Atlas.

Lima, F. D. C., Oliveira, A. C. L., Araújo, T. S., & Miranda, G. J. (2015). O choque com a realidade: dormi contador e acordei professor... Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 13(1), 49-67.

Lima, J. P. R. de, & Araujo, A. M. P. de. (2019). Tornando-se professor: análise do processo de construção da identidade docente dos professores de contabilidade. Advances in Scientific and Applied Accounting, 1(2), 59–80. https://doi.org/10.14392/ASAA.2019120204

Marshall, P. D., Dombrowski, R., Garner, M., & Smith, K. (2010). The Accounting education gap. The CPA Journal, 80(6), 6-10.

Marshall, P. D., Smith, K., Dombrowski, R., & Garner, M. (2012). Accounting faculty perceptions of the influence of educational and work experiences on their performance as educators. The Accounting Educators Journal, 22, 73-91.

Masetto, M. T. (2012). Competência pedagógica do professor universitário. (2a ed.). São Paulo: Summus.

Miranda, G. J. (2010). Docência universitária: uma análise das disciplinas na área da formação pedagógica oferecidas pelos programas de pós-graduação stricto sensu em Ciências Contábeis. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 4(2), 81-98.

Miranda, G. J., Casa Nova S. P. C., & Cornacchione, J. E. B. (2012). Os Saberes dos professores-referência no ensino de Contabilidade. Revista Contabilidade & Finanças, 23(59), 142-153. https://doi.org/10.1590/S1519-70772012000200006

Miranda, G. J., Santos, L. A. A., Casa Nova, S. P. C., & Cornacchione Júnior, E. B. (2013). A Pesquisa em educação contábil: produção científica e preferências de doutores no período de 2005 a 2009. Revista Contabilidade & Finanças, 24(61), 75-88. https://doi.org/10.1590/S1519-70772013000100008

Miranda, G. J., Carrazana, X. E. V, Pereira, J. M., Araujo, T. S., & Silva, T. L. G. B. (2017). Relación entre los problemas del proceso de enseñanza-aprendizaje de la carrera de Contabilidad y las fases del ciclo de vida de los docentes. Ensino Em Re-Vista, 24(2), 408-430. http://dx.doi.org/10.14393ER-v24n2a2017-06

Nganga, C. S. N., Botinha, R. A., Miranda, G. J., & Leal, E. A. (2016). Mestres e doutores em Contabilidade no Brasil: uma análise dos componentes pedagógicos de sua formação inicial. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 14(1), 83-99. 10.15366/reice2016.14.1.005

Nossa, V. (1999). O ensino da Contabilidade no Brasil: uma análise crítica da formação do corpo docente. (Dissertação de Mestrado). Universidade de São Paulo, São Paulo, SP Brasil.

Perazo, A. N. C., Machado, D. G., Cruz, A. P. C., & Quintana, A. C. (2016). Perfil do docente de Ciências Contábeis: perspectiva de sua qualificação acadêmica, pedagógica e profissional. Revista de Contabilidade e Controladoria, 8(2), 49-65. https://doi.org/10.5380/rcc.v8i2.38481

Pereira, M. A. C. (2007). Competências para o ensino e a pesquisa: um survey com docentes de engenharia química. (Tese de Doutorado), Universidade de São Paulo, São Paulo, SP Brasil.

Silva, C. F., Ferreira, L. V., Leal, E. A., & Miranda, G. J. (2019). Formação docente na área contábil: contribuições da disciplina de metodologia do ensino oferecida na pós-graduação stricto sensu. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 14(3). https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v0i0.23062

Silva, U. B. da, & Bruni, A. L. (2017). O Que me ensina a ensinar? Um estudo sobre fatores explicativos das práticas pedagógicas no ensino de Contabilidade. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 11(2). https://doi.org/10.17524/repec.v11i2.1531

Slomski, V. G. (2007). Saberes e competências do professor universitário: contribuições para o estudo da prática pedagógica do professor de Ciências Contábeis do Brasil. Revista de Contabilidade e Organizações, 1(1), 89-105. https://doi.org/10.11606/rco.v1i1.34699

Slomski, V. G. (2009). Saberes que fundamentam a prática pedagógica dos professores de Ciências Contábeis. Revista Brasileira de Contabilidade, 39(180), 119-140.

Slomski, V.G., Anastácio, J.B., Araujo, A. M. P. de, Slomski, V., & Carvalho, R.F. (2020). Casos da prática educativa na aprendizagem da docência universitária. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, 28(33). https://doi.org/10.14507/epaa.28.5041

Slomski, V. G., & Martins, G. A. (2008). O conceito de professor investigador: os saberes e as competências necessárias à docência reflexiva na área contábil. Revista Universo Contábil, 4(4), 06-21.

Slomski, V. G., Lames, E. R., Megliorini, E., & Lames, L. C. J. (2013). Saberes da docência que fundamentam a prática pedagógica do professor que ministra a disciplina de gestão de custos em um curso de Ciências Contábeis. Revista Universo Contábil, 9(4), 71-89. https://doi.org/10.4270/ruc.2013431

Swain, M. R., & Stout, D. E. (2000). Survey evidence of teacher development based on AECC recommendations. Journal of Accounting Education, 18(2), 99-113. https://doi.org/10.1016/S0748-5751(00)00013-0

Tardif, M., & Raymond, D. (2000). Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério. Educação & Sociedade, 21(73), 209-244. https://doi.org/10.1590/S0101-73302000000400013

Vasconcelos, A. F. (2009). Professores em Ciências Contábeis: um estudo sobre as competências para o exercício da docência nos cursos presenciais no Nordeste brasileiro. (Dissertação de Mestrado), Universidade Federal da Paraíba e Universidade Federal do Rio Grande do Norte, João Pessoa, PB, Brasil.

Vasconcelos, A. F., Cavalcante, P. R. N., & Monte, P. A. (2012). Fatores que influenciam as competências em docentes de Ciências Contábeis. VEREDAS FAVIP – Revista eletrônica de Ciências, 5(1), 86-101.

Vendruscolo, M. I. (2015). Modelo pedagógico para o desenvolvimento de competências docentes em Contabilidade por educação a distância. (Tese de Doutorado), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Vendruscolo, M. I. (2017). Competências docentes: um estudo empírico com professores de cursos de graduação em Ciências Contábeis no Brasil. Anais do Congresso ANPCONT, Belo Horizonte, MG, Brasil, 10.

Vendruscolo, M. I., & Behar, P. A. (2014). Educação e pesquisa em Contabilidade: estado da arte do Congresso USP de Controladoria e Contabilidade do período de 2004 a 2012. Ambiente Contábil, 6(1), 83-98.

Verdum, P. (2013). Prática Pedagógica: o que é? O que envolve? Revista Educação por Escrito, 4(1), 91-105.

Zanella, P., Antonelli, R. A., & Bortoluzzi, S. C. (2017). Avaliação das competências docentes: análise no curso de Ciências Contábeis da UTFPR. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 11(2). https://doi.org/10.17524/repec.v11i2.1417

Publicado

2021-12-10

Como Citar

BOLZAN, G.; VENDRUSCOLO, M. I. COMPETÊNCIAS DOCENTES: UM ESTUDO COM PROFESSORES DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS NO RIO GRANDE DO SUL. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 32, n. 3, p. 123-164, 2021. DOI: 10.22561/cvr.v32i3.6811. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/6811. Acesso em: 14 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)