CICLO DE APRENDIZAGEM ADEPT E O DESEMPENHO ACADÊMICO EM CONTABILIDADE DE CUSTOS

Autores

  • José Augusto Souza de Melo Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Joyce Menezes da Fonseca Tonin Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Nilson Facci Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.22561/cvr.v32i1.6369

Palavras-chave:

Educação Contábil, Contabilidade de Custos, Avaliação Diagnóstica, Ciclo de Aprendizagem ADEPT, Desempenho Acadêmico

Resumo

O Ciclo de Aprendizagem Analysis of Diagnostic Exam Prompted Teaching (ADEPT) é uma metodologia de ensino e gestão de sala de aula desenvolvida por Shoulders e Hicks (2008). Esta abordagem implica na aplicação de avaliações diagnósticas que identificam o nível de conhecimento dos estudantes em um determinado tópico antes de serem examinados em uma avaliação somativa. O objetivo deste estudo foi verificar a relação entre a aplicação do Ciclo de Aprendizagem ADEPT e o desempenho acadêmico dos estudantes matriculados na disciplina de Contabilidade e Análise de Custos em uma Universidade Pública Estadual Paranaense. Para identificar a relação entre a aplicação dos exames diagnósticos e o desempenho acadêmico foi adotada uma abordagem quase-experimental em duas turmas da disciplina de Contabilidade e Análise de Custos. Foram definidos os grupos de tratamento e controle, em que a diferença principal entre eles foi a participação ou não em um exame diagnóstico do conhecimento com antecedência de uma semana em relação à prova que determinaria a nota do bimestre. Para análise dos dados coletados foi utilizado testes de médias (t de student) e regressão múltipla. Os resultados indicam uma relação positiva entre a aplicação de avaliações diagnósticas e o desempenho dos discentes. As evidências encontradas colaboram com as pesquisas de Shoulders e Hicks (2008) e de Thomas, Bell e Shoulders (2013), e amplia a literatura ao indicar que a aplicação do Ciclo de Aprendizagem ADEPT é efetiva na melhoria do desempenho acadêmico, mesmo quando aplicada em sala de aula, de maneira coletiva.

Biografia do Autor

José Augusto Souza de Melo, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Mestrando em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Maringá.

Joyce Menezes da Fonseca Tonin, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Doutora em Contabilidade pela Universidade Federal do Paraná. Professora Adjunta na Universidade Estadual de Maringá.

Nilson Facci, Universidade Estadual de Maringá

Mestre em Contabilidade pela Universidade Federal do Paraná. Professor Titular na Universidade Estadual de Maringá.

Referências

Almeida, N. S., & Coimbra, C. L. (2018). Avaliação discente. In G. J. Miranda, E. A. Leal, & S. P. C. Casa Nova (Orgs.). Revolucionando a docência universitária: orientações, experiências e teorias para a prática docente em negócios (Cap. 3, pp. 59-82). São Paulo: Atlas.

Barbosa, R. S., Leal, E. A., & Pereira, J. M. (2020). Modalidades de avaliação propostas para o processo de ensino-aprendizagem nos cursos de Ciências Contábeis: uma análise à luz da Teoria da Avaliação. Contabilidade Vista & Revista, 31(2). https://doi.org/10.22561/cvr.v31i2.5280

Bolzan, L. M., Fernandes, D., & Antunes, E. D. D. (2019). Concepções avaliativas no ensino superior de Administração. Meta: Avaliação, 11(32), 376-405. https://doi.org/10.22347/2175-2753v11i32.1998

Borges, I. M. T., Santos, A., Abbas, K., Marques, K. C. M., & Tonin, J. M. F. (2014). Reprovação expressiva na disciplina de contabilidade de custos: quais os possíveis motivos?. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 8(4), 420-436. https://doi.recorg/10.17524/repec.v8i4.1201

Gandía, J. L., & Montagud, M. D. (2011). Innovación docente y resultados del aprendizaje: un estudio empírico en la enseñanza de la contabilidad de costes. Revista Española de Financiación y Contabilidad, 40(152), 677-698. https://doi.org/10.1080/02102412.2011.10779716

Garcia, J. (2009). Avaliação e aprendizagem na educação superior. Estudos em Avaliação Educacional, 20 (43), 201-213. http://dx.doi.org/10.18222/eae204320092045

Gil, A. C. (2012). Didática do ensino superior. São Paulo: Atlas.

Haladyna, T. M. (2004). Developing and validating multiple-choice test items (3rd ed.). New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, Inc.

Harlen, W., & James, M. (1997). Assessment and learning: differences and relationships between formative and summative assessment. Assessment in Education: Principles, Policy & Practice, 4(3), 365–379. doi: 10.1080/0969594970040304

Hair, J. F., Black, W. C., Babin, B. J., Anderson, R. E., & Tatham, R. L. (2009). Análise multivariada de dados (6ª ed.). Porto Alegre: Bookman.

Henderson, M., Ryan, T., & Phillips, M. (2019). The challenges of feedback in higher education. Assessment & Evaluation in Higher Education, 1–16. https://doi.org/10.1080/02602938.2019.1599815

Kickert, R., Meeuwisse, M., M. Stegers-Jager, K., V. Koppenol-Gonzalez, G., R. Arends, L., & Prinzie, P. (2019). Assessment policies and academic performance within a single course: the role of motivation and self-regulation. Assessment & Evaluation in Higher Education, 1–14. https://doi.org/10.1080/02602938.2019.1580674

Libâneo, J. C. (2013). A avaliação escolar. In J. C. Libâneo. Didática (2a ed., Cap. 9, pp. 216-244. São Paulo: Cortez.

Luckesi, C. C. (2000). Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições (10a ed.). São Paulo: Cortez.

Miranda, G. J., Leal, E. A., Gama, M. A. F., & Miranda, A. B. (2019). ENADE: os estudantes estão motivados a fazê-lo?. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 13(1), 12-28. https://doi.org/10.17524/repec.v13i1.1720

Muller, S. H., Schuster, H. A., & Zonatto, V. C. S. (2017). Oportunidades de melhoria no ensino de disciplinas que abrangem conteúdos de Custos: uma análise com base na percepção de discentes. Administração: Ensino e Pesquisa, 18(2), 301-344. https://doi.org/10.13058/raep.2017.v18n2.535

Rodrigues, L. L., Pinho, C., Bugarim, M. C. C., Craig, R., & Machado, D. (2017). Factors affecting success in the professional entry exam for accountants in Brazil. Accounting Education, 27, 48-71. https://doi.org/10.1080/09639284.2017.1361851

Sant’Anna, I. M. (2011). Por que avaliar?: como avaliar?: critérios e instrumentos (15a ed.) Petrópolis: Vozes.

Santos, M. J. C., Vilhena, E. M. S. R., Antonelli, R. A., & Meurer, A. M. (2020). Desempenho acadêmico e características sociodemográficas, comportamentais, psicológicas e de formação docente: análise de alunos portugueses da área de negócios. Contabilidade Vista & Revista, 31(2). https://doi.org/10.22561/cvr.v31i2.5286

Sargent, C. S. (2013). Find it, fix it, and thrive: the impact of insisting on proficiency in prerequisite knowledge in intermediate accounting. Issues in Accounting Education, 28 (3), 581-597. https://doi.org/10.2308/iace-50456

Severino, C., Leal, E. A., & Borges, L. F. M. (2017). Motivos associados ao rendimento acadêmico nas disciplinas de Contabilidade de Custos. Anais do Congresso UFU de Contabilidade, Uberlândia, MG, Brasil, 2.

Shoulders, C. D., & Hicks, S. A. (2008). ADEPT learning cycles enhance intermediate accounting student learning success. Issues in Accounting Education, 23 (2), 161-182. https://doi.org/10.2308/iace.2008.23.2.161

Silva, M. Z., Theiss, V., & Rausch, R. R. (2013). Avaliação da aprendizagem na educação superior: relato de uma experiência. RACE - Revista de Administração, Contabilidade e Economia, 12(3), 363-398. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/3349

Struyven, K., Dochy, F., & Janssens, S. (2005). Students’ perceptions about evaluation and assessment in higher education: a review. Assessment & Evaluation in Higher Education, 30(4), 325–341. https://doi.org/10.1080/02602930500099102

Thomas, W. S., Bell, S. L., & Shoulders, C. D. (2013). ADEPT Learning Cycles using student tutors improve performance of introductory financial accounting students. International Journal of Education Research, 8 (1), 24 - 36.

Tibola, J. A., Silveira, A., & Mais, I. (2012). Atributos de qualidade em disciplinas de Administração e Ciências Contábeis voltadas para o estudo de custos: o ponto de vista dos discentes. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 6(4), 383-398. https://doi.org/10.17524/repec.v6i4.271

Publicado

2021-03-02

Como Citar

MELO, J. A. S. de; TONIN, J. M. da F.; FACCI, N. CICLO DE APRENDIZAGEM ADEPT E O DESEMPENHO ACADÊMICO EM CONTABILIDADE DE CUSTOS. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 32, n. 1, p. 266-290, 2021. DOI: 10.22561/cvr.v32i1.6369. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/6369. Acesso em: 22 jun. 2021.