Governança Corporativa e Divulgação de Relátórios Financeiros Anuais

Autores

  • Hudson Fernandes Amaral
  • Robert Aldo Iquiapaza
  • Wesley Pereira Tomaz
  • Luiz Alberto Bertucci

Palavras-chave:

Transparência, Demonstrativos Financeiros, Governança Corporativa

Resumo

     Este trabalho visa descobrir se existe alguma relação entre a defasagem na divulgação dos demonstrativos financeiros anuais das empresas, e seu nível de governança corporativa, partindo do pressuposto de que a demora para sua liberação indicaria uma menor transparência da empresa. Para isso, foram definidas variáveis indicadoras de governança corporativa, bem como variáveis de outras dimensões da empresa que podem, potencialmente, explicar a defasagem. Foram utilizados modelos de Mínimos Quadrados Ordinários e o modelo de Tobit. Os resultados indicam, entre outras coisas, que o excesso de controle dos acionistas controladores tende a causar uma maior demora na liberação dos relatórios, mas que a presença ou não da empresa nos níveis diferenciados de governança corporativa da BOVESPA, assim como o Índice Abrangente de Qualidade da Governança Corporativa não tiveram relação com a defasagem.

Downloads

Publicado

2009-05-13

Como Citar

AMARAL, H. F.; IQUIAPAZA, R. A.; TOMAZ, W. P.; BERTUCCI, L. A. Governança Corporativa e Divulgação de Relátórios Financeiros Anuais. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 61-82, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/347. Acesso em: 27 nov. 2020.