O efeito de políticas públicas e de características locais sobre o desenvolvimento econômico: uma análise empírica baseada nos municípios de Minas Gerais

Autores

Resumo

Resumo

Esta pesquisa usou dados cross-section, centrados em 2016, para analisar o efeito da distribuição dos gastos públicos e de certas preferências econômicas, demográficas e políticas no desenvolvimento dos municípios de Minas Gerais (i.e.: Índice Mineiro de Responsabilidade Social – IMRS) e suas subdimensões (i.e.: educação, saúde, vulnerabilidade social, segurança, saneamento/habitação/meio ambiente e cultura/esporte/lazer). Para tanto, as variáveis foram selecionadas via Extreme Bounds Analysis – EBA e estimaram-se modelos econométricos-espaciais. Os resultados indicam que o desenvolvimento é típico de cidades menores, afastadas da capital (mais seguras), com maior proporção de idosos (menos sujeitos à criminalidade), menor fecundidade (traço de locais seguros e menos vulneráveis), boa autonomia tributária (atributo das áreas menos vulneráveis, com mais saneamento e cultura/lazer), menores gastos em educação e administração pública e maiores em habitação. Ademais, os resultados minimizam a importância do Estado (i.e.: prefeituras) e do perfil produtivo local no desenvolvimento e revelam externalidades negativas associadas à capital estadual.

Palavras-chave: desenvolvimento econômico; desigualdade regional; políticas públicas; modelos espaciais.

Códigos JEL: O11; R11; R58; H3; C21.

Biografia do Autor

Vinícius de Azevedo Couto Firme, Departamento de Economia, Universidade Federal de Juiz de Fora, Governador Valadares, MG, Brasil

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Economia Aplicada - PPGEA/UFJF.

Downloads

Publicado

2023-03-02

Como Citar

PINHEIRO, C. B.; FIRME, V. de A. C. O efeito de políticas públicas e de características locais sobre o desenvolvimento econômico: uma análise empírica baseada nos municípios de Minas Gerais. Nova Economia, [S. l.], v. 32, n. 3, 2023. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/7363. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

Números Regulares