As diferentes interpretações de James M. Buchanan sobre os Princípios de Justiça de John Rawls

Autores

Resumo

Resumo

Este artigo mostra como a interpretação de James M. Buchanan sobre o trabalho de John Rawls se alterou ao longo do tempo. Rawls e Buchanan desenvolveram simultaneamente uma nova abordagem para o contrato social, tanto na filosofia quanto na economia. Logo após a publicação de A Theory of Justice, de John Rawls, em 1971, Buchanan tem uma reação bastante negativa, embora no decorrer dos anos passe a defender alguns aspectos do trabalho de Rawls. Essa mudança em sua postura teria sido motivada pelo sucesso da obra de Rawls e pelo fato de sua abordagem ter sido atacada pelos mesmos críticos de Buchanan.

Palavras-chave: James M. Buchanan; John Rawls; contrato social.

Códigos JEL: B21, B25, B31

Biografia do Autor

Eduardo Angeli, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil

Bacharel em Economia pela USP, mestre e doutor em Economia pela Unicamp. Professor da Universidade Federal do Paraná.

Downloads

Publicado

2021-12-07

Como Citar

NUNES MOURÃO, G. .; ANGELI, E. As diferentes interpretações de James M. Buchanan sobre os Princípios de Justiça de John Rawls. Nova Economia, [S. l.], v. 31, n. 2, p. 537-560, 2021. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/6357. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Números Regulares