A cultura como chave para a dependência da trajetória na teoria institucionalista de Douglass North

Autores

Resumo

A teoria das instituições e da mudança institucional desenvolvida por Douglass North reserva um papel especial para a cultura, sinalizando, com isso, um conjunto de diretrizes estratégicas de pesquisas em algumas áreas do conhecimento: teoria econômica e do desenvolvimento; historiografia econômica; desenvolvimento regional/local; planejamento, regulação, gestão e avaliação de políticas públicas. Este artigo, portanto, apresenta em sua parte conclusiva uma agenda propositiva de pesquisas a partir da contribuição seminal de North. Todavia, antes, preparando o terreno para o alcance do objetivo delineado, apresenta os conceitos fundamentais da teoria das instituições e da mudança institucional do autor, estabelecendo elementos de conectividade analítica estrutural (instituições, organizações, matriz institucional e dependência da trajetória). Em seguida, apresenta a importância da cultura em seu constructo teórico, principalmente como a chave para a compreensão da dependência de trajetória.

Downloads

Publicado

2019-12-31

Como Citar

COSTA, E. J. M. da. A cultura como chave para a dependência da trajetória na teoria institucionalista de Douglass North. Nova Economia, [S. l.], v. 29, n. Especial, p. 1359-1358, 2019. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/5813. Acesso em: 19 abr. 2021.