O crescimento econômico dos municípios mineiros tem sido pró-pobre? Uma análise para o período 1991-2000

Autores

  • Guilherme Mendes Resende

Palavras-chave:

crescimento pró-pobre,

Resumo

O principal objetivo deste artigo é analisar a relação entre crescimento econômico e pobreza do ponto de vista qualitativo. Em outras palavras, busca-se analisar em que medida o crescimento econômico dos municípios mineiros mostrou-se um mecanismo relativamente eficaz de combate à pobreza do Estado entre 1991 e 2000. Os resultados revelaram a diversidade do território mineiro. Foram encontradas regiões com uma boa qualidade de crescimento onde existe maior elasticidade “pobreza-crescimento”, ou seja, uma relativa maior capacidade de reduzir a proporção de pobres para uma determinada taxa de crescimento. Esse resultado é explicado não apenas pela sua menor intensidade de pobreza, mas também pelo relativo maior impacto do crescimento econômico sobre os mais pobres, isto é, pela “qualidade” do crescimento municipal. Por outro lado existem regiões com menor elasticidade “pobrezacrescimento”. Por fim, foram analisadas as características socioeconômicas dos municípios pertencentes a cada um dos quatro padrões de crescimento verificados.

Downloads

Publicado

2009-06-05

Como Citar

RESENDE, G. M. O crescimento econômico dos municípios mineiros tem sido pró-pobre? Uma análise para o período 1991-2000. Nova Economia, [S. l.], v. 18, n. 1, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/500. Acesso em: 24 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)