Participação da mulher no mercado de trabalho e desigualdade da renda domiciliar per capita no Brasil: 1981-2002

Autores

  • Rodolfo Hoffmann
  • Eugênia Troncoso Leone

Palavras-chave:

desigualdade, trabalho da mulher, índice de Gini, rendimento da mulher.

Resumo

Este artigo analisa a evolução da participação da mulher no mercado de trabalho, a contribuição dos seus rendimentos para a renda domiciliar e o impacto desses rendimentos na desigualdade da renda domiciliar per capita no Brasil, no período 1981-2002. Os dados utilizados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Utiliza-se a decomposição do índice de Gini conforme parcelas do rendimento. Essa metodologia permitiu constatar, de um lado, uma diminuição da contribuição da renda do trabalho masculino e, de outro, um crescimento da contribuição da renda do trabalho das mulheres, bem como da renda proveniente de aposentadorias e pensões, para a desigualdade da distribuição da renda domiciliar per capita. O aumento da contribuição da renda do trabalho feminino para a desigualdade reflete, essencialmente, forte aumento da proporção dessa parcela no rendimento domiciliar.

Downloads

Publicado

2009-06-01

Como Citar

HOFFMANN, R.; LEONE, E. T. Participação da mulher no mercado de trabalho e desigualdade da renda domiciliar per capita no Brasil: 1981-2002. Nova Economia, [S. l.], v. 14, n. 2, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/430. Acesso em: 27 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares