Diferencial de desempenho de alunos das escolas militares: o caso das escolas públicas do Ceará

Autores

Resumo

O diferencial de desempenho entre estudantes de escolas militares e civis não pode ser atribuído somente ao efeito escola, uma vez que fatores como características familiares, acúmulo de conhecimento e o próprio processo de seleção estabelecido por escolas militares podem gerar um viés na performance. Este trabalho investiga se ainda persiste um efeito escola militar em modelos empíricos de proficiência a la Hanushek (2016), uma vez que esses fatores são controlados. Utilizou-se uma base de dados administrativos longitudinal para escolas públicas do Ceará, acompanhando alunos no 5o e no 9o ano, os quais foram selecionados pelo método de pareamento CEM (Coarsened Exact Matching) com relação ao desempenho no ano base. Verificou-se que a falta de controle para o viés de seleção e para desempenhos passados majora o efeito escola militar em uma vez e meia nos modelos tradicionais. Entretanto, mesmo controlando esses fatores, o efeito escola militar ainda é significante.

Downloads

Publicado

2020-06-10

Como Citar

BENEVIDES, A.; SOARES, R. B. Diferencial de desempenho de alunos das escolas militares: o caso das escolas públicas do Ceará. Nova Economia, [S. l.], v. 30, n. 1, p. 317-343, 2020. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/3929. Acesso em: 6 jul. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares