Negative incentives and sustainability in the amazonian logging industry

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Hilder André Bezerra Farias
Sérgio Luiz de Medeiros Rivero
Márcia Jucá Teixeira Diniz

Resumo

O presente texto investiga a existência de um lock-in, ou aprisionamento, de baixa tecnologia e alto impacto ambiental na indústria madeireira na Amazônia Brasileira. A pesquisa teve como base teórica a Economia Evolucionária, especialmente a noção de trajetória tecnológica. Foi estudada a dualidade de decisões envolvendo a exploração madeireira, divididas entre exploração convencional (EC) e de impacto reduzido (EIR). Um modelo de simulação baseado em agentes em que a tomada de decisão sob racionalidade limitada ocorre segundo um algoritmo genético foi elaborado na linguagem de programação Java. Os resultados apontam para a existência do lock-in, para a aversão dos produtores a riscos, para maior eficiência operacional da exploração sustentável e para os benefícios oriundos de uma política de bônus ambiental, tanto em termos econômicos quanto ecológicos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Hilder André Bezerra Farias, Universidade Federal do Pará

Professor Assistente da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Pará. Doutorando em Economia pelo Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal do Pará.

Sérgio Luiz de Medeiros Rivero, Universidade Federal do Pará

Universidade Federal do Pará, Departamento de Economia.

Márcia Jucá Teixeira Diniz, Universidade Federal do Pará

Universidade Federal do Pará, Departamento de Economia.