Projeção de um cenário econômico e de desmatamento para a Amazônia Legal brasileira entre 2006 e 2030

Autores

  • Terciane Sabadini Carvalho Universidade Federal do Paraná
  • Edson Paulo Domingues Cedeplar/UFMG

Palavras-chave:

Amazônia, equilíbrio geral computável, uso da terra, desmatamento

Resumo

A Amazônia Legal foi alvo de políticas desenvolvimentistas no século XX. Com características estruturais diferentes dasdo restante do Brasil e abrigando a maior floresta tropical do mundo, o resultado foi crescimento econômico e desmatamento. Alguns fatores são apontados como determinantes desse desmatamento, como as políticas de incentivo ao desenvolvimento das décadas de 1970 e 1980, os investimentos em infraestrutura, a pecuária e a agricultura. Este artigo apresenta uma metodologia de projeção para o desmatamento nas mesorregiões da Amazônia Legal, decorrente de fatores econômicos e de condicionantes estruturais da região. Para isso, foi usado um modelo de Equilíbrio Geral Computável (EGC) dinâmico inter-regional com uma especificação para a ocupação do solo nas regiões, isto é,uma inovação para a literatura.Os resultados para o período estudado(2006-2030) apontaram que as regiões com maior crescimento e desmatamento seriam aquelas situadas no arco do desmatamento(Mato Grosso, Pará e Rondônia), principalmente regiões produtoras de soja e bovinos.

Biografia do Autor

Terciane Sabadini Carvalho, Universidade Federal do Paraná

Doutora pelo Cedeplar (Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Viçosa (2006) e mestrado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2008). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Teoria Microeconômica, Economia do Meio Ambiente, Modelo de Equilíbrio Geral Computável (EGC), Insumo-Produto, Econometria Espacial. Sua tese, defendida recentemente, analisou os impactos regionais, macroeconômicos, setoriais e de uso da terra que podem ser causados por uma política de controle de desmatamento em 30 mesorregiões da Amazônia Legal, além de avaliar o aumento da produtividade da terra requerido para anular os impactos negativos da política de controle. Na tese, foi utilizado um modelo EGC dinâmico inter-regional (bottom-up) com modelagem explícita do uso da terra (modelo ILUC - Indirect Land Use Change). Para a construção deste modelo, fez um programa de doutorado sanduíche de um ano no CoPS (Centre of Policy Studies). Atualmente, está em um pós-doutorado na Universidade Federal do Paraná no departamento de Economia.

Edson Paulo Domingues, Cedeplar/UFMG

Graduado em Economia pela Universidade de São Paulo (1995), mestre em Economia de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas - SP (1998) e doutor em Economia pela Universidade de São Paulo (2002), com Doutorado-sanduíche na Universidade de Illinois Urbana-Champaign (2000-01). Bolsista de Produtividade em Pesquisa (CNPq) . Tem experiência na área de Economia Aplicada, com ênfase em modelos de equilíbrio geral computável, atuando principalmente nos seguintes temas: economia regional, economia do meio ambiente, mudanças climáticas, e políticas comerciais e tributárias. É Professor Adjunto do Departamento de Ciências Econômicas da FACE-UFMG, e do Cedeplar-UFMG. Leciona disciplinas de Microeconomia, Métodos em Economia Regional e Equilíbrio Geral Aplicado. É parecerista da Revista de Econonia e Sociologia Rural, Pesquisa e Planejamento Econômico, Estudos Econômicos, Papers in Regional Scince.

Downloads

Publicado

2016-12-22

Como Citar

CARVALHO, T. S.; DOMINGUES, E. P. Projeção de um cenário econômico e de desmatamento para a Amazônia Legal brasileira entre 2006 e 2030. Nova Economia, [S. l.], v. 26, n. 2, 2016. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2665. Acesso em: 27 set. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)