Crise financeira: o caso japonês

Autores

  • Jefferson Souza Fraga
  • Eduardo Strachman

Palavras-chave:

Japão, colapsos de bolhas especulativas, crise financeira, política econômica

Resumo

Analisar a experiência do Japão, após os colapsos das bolhas especulativas dos ativos e a crise bancária no país, na década de 1990, é o objetivo do presente trabalho. Analisa-se a eficácia das políticas fiscais e monetárias adotadas e discutem-se as medidas tomadas com relação ao setor bancário. A experiência da crise financeira japonesa sugere que a natureza, a velocidade e a ordem em que o poder público implementa medidas podem determinar a magnitude e o custo da crise. Portanto, em retrospectiva, percebe-se que era necessário realizar as seguintes tarefas: 1) recapitalizar o setor bancário; 2) restaurar o crédito; e 3) revigorar a atividade econômica, por meio de medidas fiscais adequadas.

Downloads

Publicado

2014-05-29

Como Citar

FRAGA, J. S.; STRACHMAN, E. Crise financeira: o caso japonês. Nova Economia, [S. l.], v. 23, n. 3, 2014. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2473. Acesso em: 24 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares