Análise econométrica do mercado brasileiro de celulose

Autores

  • Márcio Lopes da Silva
  • José Luiz Pereira de Rezende
  • Orlando Monteiro da Silva
  • Carlos Antônio Moreira Leite

Resumo

Dada a importância do setor de celulose e papel na economia brasileira, a significativa participação do Brasil no mercado mundial de celulose e a carência de estudos de mercado deste produto, esta pesquisa procurou especificar e estimar as relações estruturais do mercado brasileiro de celulose. Para isto, foram estimados modelos dinâmicos de oferta total, demanda interna e demanda de exportação, que expressam as relações do mercado a curto e longo prazos. Na oferta de celulose, foram obtidas elasticidades-preço de 0,11 e 0,18, a curto e longo prazos, respectivamente. Na demanda interna de celulose, foram obtidas elasticidades-preço de -0,12 e -0,18, a curto e longo prazos, respectivamente. Os valores encontrados indicam que tanto a oferta como a demanda são inelásticas com relação ao preço do produto. As elasticidades-renda foram de 1,14 e 1,17, a curto e longo prazos, respectivamente, concluindo-se que a demanda é mais sensível às variações na renda do que às variações no preço. Na demanda de exportação, os resultados foram semelhantes: as elasticidades-preço foram de -0,17 e -0,37, a curto e longo prazos, respectiva-mente, enquanto as elasticidades-renda foram de 0,67 e 1,14. Portanto, verificou-se, também, que a demanda de exportação é mais sensível às variações na renda dos paises importadores.

Downloads

Publicado

2013-12-10

Como Citar

DA SILVA, M. L.; DE REZENDE, J. L. P.; DA SILVA, O. M.; LEITE, C. A. M. Análise econométrica do mercado brasileiro de celulose. Nova Economia, [S. l.], v. 7, n. 2, 2013. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/2246. Acesso em: 4 dez. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)