A culinária tradicional diamantinense como atrativo turístico: uma nova possibilidade

  • Mariana Costa Zaidan Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio, Diamantina – Minas Gerais
  • Fernando Guimarães Esteves Ottoni Veredas Consultoria e Projetos em Turismo. Belo Horizonte/MG
Palavras-chave: Turismo, Gastronomia, Participação comunitária, Desenvolvimento socioeconômico

Resumo

Buscando ferramentas de utilização da atividade turística como oportunidade de inclusão, de aumento da renda e do bem-estar social foi elaborada a proposta do I Festival de Gastronomia de Diamantina e Distritos. Uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri identificou e catalogou mais de trezentas receitas, incluindo pratos que datam da primeira metade do século XX. Os resultados dessa pesquisa foram considerados como base para a organização do Festival, que foi desenvolvido em comunidades rurais em situação de vulnerabilidade social. Baseado em reflexões sobre turismo gastronômico, participação comunitária e sobre as possibilidades de alcance do turismo para o desenvolvimento local, este trabalho visa investigar os resultados da realização do I Festival Gastronômico de Diamantina e Distritos. Para cumprir tal objetivo, foi realizada pesquisa teórica sobre os aspectos da gastronomia local, turismo rural e turismo gastronômico e pesquisa empírica durante a realização dos eventos, por meio de entrevistas semiestruturadas com moradores dos distritos e com os visitantes A culinária tradicional diamantinense como atrativo turístico: uma nova possibilidade 2 Marketing & Tourism Review • Belo Horizonte - MG - Brasil • v. 1, n. 2, 2016 NEECIM TUR • Núcleo de Estudos e Estratégias em Comunicação Integrada de Marketing e Turismo • UFMG do evento. Após a finalização do projeto foi também aplicado um método de avaliação participativa em grupo, onde os participantes do evento estabeleceram os critérios a serem avaliados. A pesquisa realizada durante o projeto teve a intenção verificar se o mesmo contribuiu para valorização da tradição culinária e da produção associada ao turismo, promovendo o desenvolvimento socioeconômico da região de Diamantina. As pesquisas revelaram que o projeto teve impactos socioeconômicos significativos nos distritos, diversos ingredientes e receitas tradicionais foram apresentados durante os eventos, as comunidades participaram de forma ativa, artistas locais e grupos de cultura popular fizeram suas apresentações e os impactos econômicos gerados foram positivos, durante os eventos houve a comercialização de cerca de cem mil reais. Entretanto é preciso destacar que a geração de renda apesar de positiva ocorreu de forma pontual em um período do ano.
Publicado
2016-12-22
Seção
Artigos