AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NO CHOQUE DE GESTÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS: UM ESTUDO DAS ALTERAÇÕES DOS INDICADORES UTILIZADOS

  • Rosimeire Pimentel Gonzaga UFES - Universidade Federal do Espírito Santo
  • Fábio Frezatti
  • Ivan Beck Ckagnazaroff
  • Janilson Antonio da Silva Suzart
Palavras-chave: Indicadores de Desempenho, Mudança de Indicadores, Gestão no Setor Público, Desempenho Gerencial.

Resumo

O objetivo desta pesquisa é identificar quais são os fatores organizacionais e ambientais presentes nas estruturas das teorias da Contingência e de Agência, que levaram às alterações dos indicadores utilizados para avaliação de desempenho, na estrutura gerencial do governo do estado de Minas Gerais, à época do Choque de Gestão. A análise dos dados extraídos de documentos públicos e questionários foi realizada por meio de regressão logística. Os resultados encontrados evidenciam que os indicadores utilizados para avaliação de desempenho utilizados na estrutura gerencial do estado de Minas Gerais variam no decorrer do tempo, influenciados por fatores ambientais e organizacionais. Concluiu-se que as ferramentas gerenciais utilizadas pelo Estado se apresentaram insuficientes para possibilitar a utilização adequada da estrutura gerencial do modelo de gestão diante de algumas pressões identificadas com base nas Teorias da Agência e na Teoria da Contingência, enfraquecendo o modelo inicialmente proposto e promovendo alterações nos indicadores.

Biografia do Autor

Rosimeire Pimentel Gonzaga, UFES - Universidade Federal do Espírito Santo

Doutora em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (FEA/USP)

 

Publicado
2019-12-03
Como Citar
GONZAGA, R. P.; FREZATTI, F.; CKAGNAZAROFF, I. B.; DA SILVA SUZART, J. A. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NO CHOQUE DE GESTÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS: UM ESTUDO DAS ALTERAÇÕES DOS INDICADORES UTILIZADOS. Contabilidade Vista & Revista, v. 30, n. 2, p. 52-83, 3 dez. 2019.