GERENCIAMENTO DE RESULTADOS POR DECISÕES OPERACIONAIS PARA SUSTENTAR DESEMPENHO NAS EMPRESAS NÃO-FINANCEIRAS DO IBOVESPA

  • Rodolfo Maia Rosado Cascudo Rodrigues Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Edilson Paulo Universidade Federal da Paraíba
  • Clayton Levy Lima de Melo Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Gerenciamento de Resultados. Decisões Operacionais. Desempenho Recente. Market-to-book.

Resumo

Um dos principais incentivos para gerenciar resultados consiste na manutenção do desempenho recente da companhia. O presente trabalho busca verificar se as empresas não financeiras do Ibovespa que possuem mais incentivos para sustentar o desempenho recente, medido através do índice Market-to-book (MTB), gerenciam mais intensamente os resultados por manipulação de vendas, redução de despesas discricionárias e aumento da produção. A amostra é composta de 51 empresas não financeiras para os anos de 2010 a 2014. Os resultados demonstram que para separação entre MTB maior ou menor que um, não é possível afirmar que o nível de gerenciamento de resultados difere significativamente entre os grupos. Quando considerada a análise em função de clusters por K-média do MTB, constatou-se que as empresas com valores de mercado bem acima da média, e, portanto, com os maiores incentivos para gerenciar o resultado, possuem maiores níveis de manipulação de vendas e diminuição de despesas de vendas, gerais e administrativas.

Biografia do Autor

Rodolfo Maia Rosado Cascudo Rodrigues, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Mestre em Ciências Contábeis (UFRN)
Edilson Paulo, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Controladoria e Contabilidade (USP)

Professor do Departamento de Finanças e Contabilidade (UFPB)

Clayton Levy Lima de Melo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutor em Contabilidade (UnB/UFPB/UFRN)

Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Publicado
2018-03-28