Análise do spread da intermediação financeira em cooperativas de crédito

Autores

  • Marcelo Francini Girão Barroso FEA/USP
  • Sigismundo Bialoskorski Neto FEA-RP/USP

Palavras-chave:

cooperativas de crédito, spread financeiro, intermediação financeira, análise de desempenho

Resumo

Cooperativas de crédito atuam na intermediação financeira entre seus sócios-cooperados, proporcionando a transferência de recursos entre agentes superavitários e deficitários de liquidez. Paralelamente, e em complementação às demandas dos cooperados, realizam operações financeiras com outras instituições financeiras, captando recursos no mercado financeiro para disponibilização aos cooperados ou aplicando os recursos deles em alternativas disponíveis no mercado. Da intermediação financeira, geram um spread financeiro, a ser utilizado no custeio e no investimento de suas atividades. O cálculo adequado desse indicador, bem como de seus componentes parciais oriundos das transações entre cooperados e entre eles e outras instituições financeiras, é necessário à realização de análises sobre o desempenho dessas organizações; dessa necessidade, origina-se a questão de pesquisa que motivou este trabalho. No presente ensaio, é desenvolvido um modelo contábil para cálculo desse spread, bem como de seus principais componentes. São identificadas diferenças fundamentais no cálculo do spread para cooperativas de crédito, em comparação a instituições financeiras bancárias, devido a características organizacionais específicas delas. Ao final, diversas aplicações úteis ao modelo de representação do spread são sugeridas, tanto para pesquisas empíricas futuras que utilizem esse indicador como variável de análise, quanto para a prática gerencial nessas organizações. Ainda que o presente ensaio não avance na pesquisa empírica sobre a realidade subjacente às transações econômicas geradoras do spread calculado, se apresenta como um estudo positivo, subsidiário a descrições teóricas passíveis de serem então realizadas.

Biografia do Autor

Marcelo Francini Girão Barroso, FEA/USP

Doutorando e Mestre (2009) em Contabilidade pela USP, Especializado em Economia de Empresas com Ênfase em Gestão de Cooperativas pela FUNDACE Business School (2006), e Engenheiro Agrônomo pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (2001). Experiência nas áreas de planejamento, sistemas de controle gerencial e sistemas de informações; também fomento ao cooperativismo e apoio ao desenvolvimento à gestão de cooperativas. Trabalhos desenvolvidos nos seguintes temas: controle gerencial, cooperativismo e economia social.

Sigismundo Bialoskorski Neto, FEA-RP/USP

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1982), mestrado em Economia Agrária pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1994) e doutorado em Economia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1998). Pós doutoramento na Universidade do Missouri EUA. Atualmente é Professor Titular da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Especializado em Nova Economia Institucional, Economia dos Custos de Transação, Economia das Organizações e Sistemas Gerencias com aplicações em Organizações Agroindustriais e Cooperativas, atuando principalmente nos seguintes temas: Sistemas Gerenciais, Governança Corporativa, Análise de desempenho, Investimentos e custos em Organizações Cooperativas Agroindustriais e de Credito Rural.

Downloads

Publicado

2013-05-08

Como Citar

BARROSO, M. F. G.; BIALOSKORSKI NETO, S. Análise do spread da intermediação financeira em cooperativas de crédito. Contabilidade Vista & Revista, [S. l.], v. 23, n. 3, p. 145-171, 2013. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/1660. Acesso em: 17 maio. 2022.