Diferenças salariais dos trabalhadores rurais e urbanos dos estados do Amazonas e Pará

Autores

Resumo

Este artigo analisa as diferenças salariais entre trabalhadores rurais e urbanos do Amazonas e do Pará. Esta análise foi feita para os dois maiores estados da região Norte por possuírem características socioeconômicas e de mercado de trabalho distintas. Especificamente, verificou-se até que ponto o investimento em capital humano e os atributos não produtivos impactam as diferenças de rendimentos. Utilizou-se a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua para 2011, 2013 e 2015. Através das metodologias de pseudopainel com Efeitos Fixos e Oaxaca-Blinder verificou-se que os trabalhadores mais escolarizados e experientes obtêm maiores ganhos salariais. Os trabalhadores urbanos recebem maiores salários do que os trabalhadores rurais, bem como aqueles que residem no Pará. No estado do Amazonas, o que impactou a diferença salarial foram os atributos não produtivos explicados pela segmentação no mercado de trabalho, como a Administração Pública e Outras Atividades em comparação com o setor Agrícola.

Downloads

Publicado

2023-12-26

Como Citar

WENDHAUSEN, E. J.; BRASIL, M. C.; ALVES, F. F.; SOUSA, L. V. de C. Diferenças salariais dos trabalhadores rurais e urbanos dos estados do Amazonas e Pará. Nova Economia, [S. l.], v. 33, n. 3, p. 0659–0688, 2023. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/7687. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Números Regulares