Decomposição do crescimento da renda per capita do Brasil: uma abordagem regional-setorial

Autores

  • Tomás Amaral Torezani Departamento de Economia e Estatística, Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-9956-3206

Resumo

Resumo

Este artigo mensura os determinantes do crescimento da renda per capita do Brasil no período 2004-2015, a partir do papel da produtividade e de variáveis socioeconômicas e demográficas. A investigação é feita de forma conjunta em uma abordagem regional (por grandes regiões) e setorial (contribuição de cada um dos setores da estrutura produtiva para o crescimento da renda per capita de cada unidade geográfica). Explicita-se o papel da eficiência produtiva e das mudanças estruturais na composição do emprego e dos preços relativos nesse crescimento. O artigo traz algumas contribuições para a literatura, sobretudo pela abordagem empírica ainda não explorada dentro do contexto regional e setorial. Os resultados indicam diferenças importantes nas contribuições de cada componente da decomposição a depender da unidade geográfica analisada, bem como heterogeneidades setoriais relevantes dentro e entre as unidades geográficas.

Palavras-chave: contabilidade do crescimento, produtividade e mudança estrutural, mercado de trabalho e demografia, abordagem regional-setorial, Brasil e grandes regiões.

Códigos JEL: O47, L16, J11, J21, R11.

Downloads

Publicado

2022-06-02

Como Citar

TOREZANI, T. A. Decomposição do crescimento da renda per capita do Brasil: uma abordagem regional-setorial. Nova Economia, [S. l.], v. 32, n. 2, p. 427-476, 2022. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/6968. Acesso em: 19 ago. 2022.