Medindo upgrading estrutural: uma análise a partir de componentes principais

Autores

Resumo

Resumo

O objetivo geral do artigo é investigar, a partir da análise de componentes principais e agrupamento de dados, a relação entre os indicadores de upgrading estrutural e a inserção daqueles países nas CGVs para um grupo de 43 países. Para a realização desse objetivo, o estudo constrói seis indicadores de upgrading em três dimensões: produto, processo e funcional. Além desses seis indicadores, o estudo utiliza um indicador que mede a complexidade das estruturas produtivas dos países. Os resultados mostram que a complexidade estrutural possui uma relação positiva e estatisticamente significativa com a participação dos salários na renda, e países mais intensivos em capital também apresentam maiores níveis de produtividade do trabalho e emprego associados às exportações. O estudo mostra ainda uma diversidade de padrões de desenvolvimento relacionados à participação nas CGVs e ao processo de upgrading estrutural.

 

Palavras-chave: cadeias globais de valor; upgrading industrial; insumo-produto.

Códigos JEL: F14; O14; C67

Downloads

Publicado

2022-06-02

Como Citar

COSTA, K. V. da. Medindo upgrading estrutural: uma análise a partir de componentes principais. Nova Economia, [S. l.], v. 32, n. 2, p. 329-357, 2022. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/6960. Acesso em: 5 jul. 2022.