Uma análise sobre a estrutura de competição dos setores de acordo com a intensidade tecnológica

Autores

Resumo

Resumo

O objetivo deste estudo é enfatizar a importância das estruturas de competição nos diferentes setores de acordo com a intensidade tecnológica e com as importantes teorias de Melitz (2003) e Baldwin e Harrigan (2011). Utilizando dados dos 70 principais exportadores e importadores, estimamos a relação entre vantagem comparativa e a qualidade/preço dos produtos comercializados por meio de cross-sections para os anos de 2008 e 2017. Conforme as evidências encontradas, países que exibem vantagem comparativa sobre produtos com maior conteúdo tecnológico conseguem transformar essa vantagem em avanço tecnológico e produtivo, de forma a aumentar a qualidade de seus produtos. Por outro lado, países que exibem vantagem comparativa sobre produtos com menor conteúdo tecnológico investem em melhoria produtiva com o intuito de diminuir seus custos marginais e, portanto, competem no mercado internacional por meio de menores preços.

Palavras-chave: vantagem comparativa revelada, competitividade, qualidade das exportações, preço dos produtos.

Códigos JEL: F11, F12, 040.

Downloads

Publicado

2022-06-02

Como Citar

CARVALHO, D. E. de; SILVA, F. A. Uma análise sobre a estrutura de competição dos setores de acordo com a intensidade tecnológica. Nova Economia, [S. l.], v. 32, n. 2, p. 397-425, 2022. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/6928. Acesso em: 8 dez. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)