Catching up, falling behind: a necessidade de coalizões políticas para inovação e desenvolvimento inclusivo na África do Sul

Autores

Resumo

Resumo

Esse artigo contribui para a literatura sobre catch-up econômico por meio da análise do caso da África do Sul, um país preso em uma armadilha de renda média. Ele usa o modelo dos ciclos viciosos decorrentes da desigualdade e da concentração de renda de Albuquerque (2019), juntamente com a noção de "coalizões de aprimoramento" (Doner e Schneider 2016) necessária para desafiar esses ciclos viciosos, para analisar a persistência de lock-ins. Em seguida, analisa um projeto de astronomia global, uma "janela de oportunidade" baseada em capacitações historicamente cultivadas, promovida por coalizões de aprimoramento operando no interesse nacional. Em contraste, se propõe um ‘desvio’ para construir capacitações domésticas, impulsionado por uma coalizão de aprimoramento centrada no desenvolvimento econômico local e nos meios de vida na economia informal. O artigo tem como objetivo reforçar a evidência de como a desigualdade é tanto causa quanto consequência de uma armadilha de renda média e ampliar o debate sobre como as coalizões de aprimoramento podem ser uma estratégia crítica para quebrar lock-ins.

Palavras-chave: armadilha da renda média, desigualdade, coalizões de aprimoramento, lock-ins, África do Sul

Códigos JEL: O33, O38, O20, O11, O17, O55

Downloads

Publicado

2021-03-29

Como Citar

KRUSS, G. Catching up, falling behind: a necessidade de coalizões políticas para inovação e desenvolvimento inclusivo na África do Sul. Nova Economia, [S. l.], v. 30, n. Especial, p. 1115-1144, 2021. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/6191. Acesso em: 27 jul. 2021.