Coerência corporativa e diversificação via fusões e aquisições: um exame para empresas líderes da indústria manufatureira norte-americana nos anos 90

Autores

  • Mariana Iootty
  • Francisco Ebeling

Palavras-chave:

fusões e aquisições,

Resumo

Este trabalho investiga a coerência no processo de diversificação corporativa via fusões  e aquisições (F&A), e analisa as razõespelas quais a firma tende, na maioria das vezes, a incorporar ao seu portfolio atividades relacionadas às já existentes. Com base na  concepção “penrosiana” da firma, o trabalho argumenta que por intermédio das operações de F&A, a firma, embora tenha a opção de realizar um caminho conglomerado de diversificação, e em alguns casos isto ocorra, tende a imprimir uma diversificação não aleatória (coerente) em resposta a condicionantes internos definidos pela natureza específica de suas características produtivas e tec- nológicas. Otrabalho fornece suporte empírico para os argumentos apresentados através de  um estudo cross-section baseado numa amostra de 106 empresas de origem norte-americana, líderes da indústria manufatureira, e as operações de F&A por elas desenvolvidas nos EUA no período 1990-1999.

Downloads

Publicado

2009-06-05

Como Citar

IOOTTY, M.; EBELING, F. Coerência corporativa e diversificação via fusões e aquisições: um exame para empresas líderes da indústria manufatureira norte-americana nos anos 90. Nova Economia, [S. l.], v. 17, n. 3, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/495. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Números Regulares