Comércio internacional X intranacional no Brasil: medindo o efeito-fronteira

Autores

  • Orlando M. da Silva
  • Fernanda M. de Almeida
  • Bethania M. de Oliveira

Palavras-chave:

comércio internacional,

Resumo

Neste artigo, analisou-se, para o mercado brasileiro, o efeito-fronteira, que indica o viés do comércio doméstico em comparação com o comércio internacional. Esse efeito foi estimado empiricamente, utilizando-se dados de corte seccional, em um modelo de gravidade com os 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal e 46 países. Apesar de o Brasil estar reduzindo as barreiras ao comércio internacional, o efeito-fronteira calculado mostrou-se ainda muito alto para os padrões conhecidos. O valor encontrado para o viés entre os estados brasileiros foi igual a 33, evidenciando-se que eles comercializam 33 vezes mais entre si do que com os países estrangeiros. Em um país em desenvolvimento como o Brasil, as conseqüências desse viés, em termos de bem-estar, provavelmente sejam muito grandes. A magnitude do efeitofronteira pode ser explicada pelo baixo grau de substituição entre os produtos domésticos e estrangeiros e, também, pelas grandes barreiras ao comércio internacional.

Downloads

Publicado

2009-06-05

Como Citar

SILVA, O. M. da; ALMEIDA, F. M. de; OLIVEIRA, B. M. de. Comércio internacional X intranacional no Brasil: medindo o efeito-fronteira. Nova Economia, [S. l.], v. 17, n. 3, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/493. Acesso em: 16 set. 2021.

Edição

Seção

Números Regulares