The world market for soybeans: price transmission into Brazil and effects from the timing of crop and trade

Autores

  • Mario A. Margarido
  • Frederico A. Turolla
  • Carlos R. F. Bueno

Palavras-chave:

soja, elasticidade de transmissão

Resumo

Este trabalho investiga a transmissão de preços no mercado mundial de soja usando econometria de séries de tempo. O modelo teórico desenvolvido por Mundlack and Larson (1992) é baseado na Lei do Preço Único e supõe que os preços se equalizam ao longo de todos os  mercados locais no longo prazo, permitindo-se desvios transitórios no curto prazo. O mercado internacional foi caracterizado através de três preços relevantes: Rotterdam, Argentina e Estados Unidos. O trabalho estima a elasticidade de transmissão desses preços  aos preços no Brasil. Foram realizados testes de causalidade e de cointegração para verificar se há relação de longo prazo entre as variáveis. Foi também calculada a função de resposta a impulso e a decomposição da variância dos erros para avaliar a transmissão de preços internacionais aos preços brasileiros. Aplicou-se um teste de exogeneidade para verificar se as variáveis respondem a desvios de curto prazo em relação aos valores de equilíbrio. Os resultados confirmaram a validade da Lei do PreçoÚnico no longo prazo. Em linha com vários trabalhos, este artigo mostrou que Brasil e Argentina podem ser vistos como tomadores de preços no mercado internacional, tendo em vista que a velocidade de ajuste de seus preços em resposta a choques é maior que a verificada para os preços dos Estados Unidos, que são formadores de preço.

Downloads

Publicado

2009-06-05

Como Citar

MARGARIDO, M. A.; TUROLLA, F. A.; BUENO, C. R. F. The world market for soybeans: price transmission into Brazil and effects from the timing of crop and trade. Nova Economia, [S. l.], v. 17, n. 2, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/487. Acesso em: 27 out. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares