Ideologia partidária e crise fiscal dos estados: o caso de Minas Gerais

Autores

Resumo

O presente estudo investiga a relação entre ideologia partidária e os gastos públicos no estado de Minas Gerais. Em particular, avalia-se se a deterioração fiscal do estado no quadriênio 20152018 se relaciona, em alguma medida, à mudança de orientação partidária no governo mineiro. Compara-se, então, a dinâmica das receitas e dos gastos estaduais nos últimos dezesseis anos, destacando os resultados da última gestão, quando houve a mudança de governo e de ideologia partidária. Os resultados mostram que o governo do Partido dos Trabalhadores (PT), embora mais à esquerda do espectro político, se esforçou para ajustar as contas públicas, ainda que sem sucesso.

Palavras-chave ideologia partidária; crise fiscal dos estados; Minas Gerais

Downloads

Publicado

2019-10-11

Como Citar

BARBOSA, L. O. S.; LEAL FILHO, R. de S.; OLIVEIRA JÚNIOR, F. A. de; SOUSA, F. M. P. de. Ideologia partidária e crise fiscal dos estados: o caso de Minas Gerais. Nova Economia, [S. l.], v. 29, n. 2, p. 487-513, 2019. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/4808. Acesso em: 23 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares