A organização espacial dos investimentos em petróleo e gás na América do Sul: uma análise baseada em comunidades

Resumo

A economia global está organizada em cadeias de valor, fragmentadas espacial e funcionalmente. Apesar dessa dispersão, as atividades administrativas e de controle dessas cadeias continuam concentradas em algumas cidades, que detém um papel importante em certas cadeias, por concentrarem empresas e fluxos econômicos. A pesquisa nessa área não se concentrou no nível da cidade e adotou, mais comumente, estudos de caso como metodologia. Diante disso, este trabalho adotará a metodologia de rede para analisar o poder das cidades na rede de investimento em petróleo e gás da América do Sul, os atributos que explicam
essa posição e a extensão espacial dela. Para realizar esta análise, serão usados dados sobre investimentos green e brownfi eld. Os resultados indicam que o Rio de Janeiro é a cidade mais central dessa rede, mas sua ação está concentrada principalmente no Brasil. Este trabalho pretende contribuir principalmente no desenvolvimento metodológico dos estudos na área.

 


Palavras-chave: cadeias de valor, redes, comunidades Louvain, petróleo e gás.

Biografia do Autor

Mariane Santos Françoso, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo, Brasil.

Doutoranda em Ciências Econômicas no Instituto de Economia da UNICAMP

Celio Hiratuka, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo, Brasil.

Professor, Intitute of Economics/UNICAMP.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
FRANÇOSO, M. S.; BREUL, M.; HIRATUKA, C. A organização espacial dos investimentos em petróleo e gás na América do Sul: uma análise baseada em comunidades. Nova Economia, v. 29, n. 3, p. 795-815, 31 dez. 2019.
Seção
Números Regulares