Análise da elasticidade de transmissão de preços no mercado brasileiro de algodão

Autores

  • Marisa Zeferino Barbosa
  • Mario Antonio Margarido
  • Sebastião Nogueira Junior

Palavras-chave:

algodão, Lei do Preço Único, co-integração, comércio internacional, transmissão de preço.

Resumo

O artigo analisa a elasticidade de transmissão de preços no mercado brasileiro de algodão para o período de janeiro de 1985 até dezembro de 2000. Utiliza-se teste de raiz unitária Dickey-Fuller Aumentado (ADF), de co-integração de Johansen, Modelo Vetorial de Correção de Erro (VEC) e teste de exogeneidade. Os resultados mostram que a Lei do Preço Único não é válida no mercado brasileiro de algodão, pois no longo prazo, variações nos preços internacionais do algodão não são totalmente transmitidas para os preços domésticos no Brasil. O teste de exogeneidade mostra que os preços domésticos do algodão no Brasil não reagem a mudanças na relação de equilíbrio de longo prazo. Possivelmente, esses resultados estão diretamente associados com a intervenção governamental sobre o setor (1985 a 1988), e também, às condições favoráveis de financiamento para sua aquisição no mercado internacional entre 1990 e 1997.

Downloads

Publicado

2009-05-29

Como Citar

BARBOSA, M. Z.; MARGARIDO, M. A.; NOGUEIRA JUNIOR, S. Análise da elasticidade de transmissão de preços no mercado brasileiro de algodão. Nova Economia, [S. l.], v. 12, n. 2, 2009. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/novaeconomia/article/view/402. Acesso em: 24 nov. 2020.

Edição

Seção

Números Regulares